-->
Home | Oil & Gas | Indústria de petróleo britânica pede ajuda do governo para sobreviver a preço baixo
Postado em 19 de março de 2020 | 18:27

Indústria de petróleo britânica pede ajuda do governo para sobreviver a preço baixo

O setor de petróleo e gás do Reino Unido precisa de ajuda do governo para sobreviver, disse a associação do setor OGUK, após a queda nos preços do petróleo provocada pelo coronavírus e pela guerra de preços entre a Arábia Saudita e a Rússia ameaçar sua capacidade de continuar produzindo no Mar do Norte.

A EnQuest tornou-se o primeiro produtor britânico a fechar campos no Mar do Norte após a queda do preço do petróleo para mínimas de 17 anos, dizendo que não reiniciará seus campos de Heather e Thistle/Deveron. [O/R]

Para a indústria como um todo, o Reino Unido já disse que lançará uma linha de vida de garantias de empréstimos de 330 bilhões de libras (399 bilhões de dólares) e fornecerá mais 20 bilhões de libras em reduções de impostos, subsídios e outras ajudas para empresas que enfrentam o risco de colapso.

O gerente de inteligência de mercado da OGUK, Ross Dornan, disse que não está claro como os membros da associação que representa a indústria de petróleo podem acessar recursos do governo e que eles podem não ser suficientes para garantir a sobrevivência de alguns deles.

“No longo prazo, também estamos buscando mais apoio do governo em termos de um acordo setorial”, disse ele, sem detalhar a natureza de tal acordo.

Dornan acrescentou que é muito cedo para dizer de quanto dinheiro a indústria precisaria ou se a mudança para energia de baixo carbono poderia ser uma complicação adicional.

As empresas de petróleo e gás já têm sofrido para atrair investidores por causa da tendência de mudança do combustível fóssil para fontes mais limpas de energia, incluindo as metas do governo britânico zerar emissões líquidas de carbono até 2050.

O Mar do Norte britânico, sede do fluxo de petróleo Brent que sustenta os preços globais do petróleo, é um dos locais mais caros para a produção de petróleo.

A preços do petróleo de 40 dólares por barril, a OGUK afirma que espera que seus associados que produzem petróleo e gás tenham um fluxo de caixa efetivamente neutro. A 35 dólares por barril, no entanto, a região passaria a ter uma geração de caixa negativa de cerca de 1,2 bilhão de libras (1,38 bilhão de dólares).

Fonte: Reuters


135 queries in 3,198 seconds