-->
Home | Jornal Multimodal | Como foram as exportações do agro em agosto?
Postado em 16 de setembro de 2021 | 21:22

Como foram as exportações do agro em agosto?

O complexo soja é o principal setor exportador do agronegócio, e no acumulado do ano até agosto somou o valor de USD 38,1 bilhões.

A Secretaria de Comércio Exterior (Secex) divulgou as exportações do agronegócio de agosto/21 que somaram USD 10,9 bilhões, 26,6% superior em relação à ago/20. No acumulado do ano até o momento, o agronegócio totalizou USD 83,7 bilhões de exportações, 20,8% acima do mesmo período do ano passado.

O complexo soja é o principal setor exportador do agronegócio, e no acumulado do ano até agosto somou o valor de USD 38,1 bilhões, alta de 24,7% comparado com o mesmo período de 2020. A alta nos valores exportados é proveniente da combinação do aumento dos preços e volumes comparados com 2020. Em agosto os três principais produtos do complexo apresentaram crescimentos de volume frente à ago/20, sendo a soja em grãos (+11%), farelo de soja (+137%) e óleo de soja (+9%). Com relação aos preços,, os aumentos foram de 37%, 94% e 26%, respectivamente, quando comparado ao
embarcado há um ano. No complexo de proteínas animais, a carne bovina in natura apresentou alta de 11,3% e a carne de frango in natura alta de 3,5% no volume exportado comparado com agosto/20.

Por outro lado, a carne suína in natura embarcou volume menor neste período em 7%, porém no acumulado a variação é positiva em 12,6% No complexo sucroenergético, mesmo com as estimativas de quebra de safra da cana, as exportações de açúcar bruto até agosto estão 3% acima do mesmo período de 2020. Por outro lado, o açúcar refinado e o etanol já estão sendo impactados pela redução na oferta e os volumes das exportações acumuladas ficaram abaixo de 2020 com  8% e 9% de queda, respectivamente. Em relação aos preços, os três principais produtos do complexo apresentam variação positiva em relação ao ano passado. Os lácteos continuam com a maior variação no volume acumulado do ano até agosto com 38% acima do mesmo período de 2020, e preços com variação positiva em 12,4%.

Ainda assim, vale destacar que o trade de lácteos é pequeno relativamente ao tamanho da produção e o saldo comercial do setor é negativo já que as importações são ainda maiores. Por fim, destaque para o algodão, que mesmo com volume de agosto embarcado 46,4% menor que ago/20, no acumulado de 2021 o volume do produto exportado foi 23% maior e o preço com variação positiva em 9,5% em comparação com o mesmo período de 2020. Já para o milho, o volume exportado acumulado apresentou queda de 26%, totalizando 9,9 milhões de toneladas, porém com preços maiores que o mesmo período de 2020 em 22%. Essa redução na quantidade de produto é explicada pela baixa disponibilidade e preços locais elevados.

 

 

 

Fonte: Consultoria Agro Itaú


140 queries in 5,756 seconds