-->
Home | Oil & Gas | Preço do petróleo sobe com esperanças sobre a economia da China
Postado em 23 de dezembro de 2022 | 12:06

Preço do petróleo sobe com esperanças sobre a economia da China

O petróleo subia nesta segunda-feira, depois de cair mais de 2 dólares o barril na sessão anterior, com otimismo sobre a economia chinesa superando a preocupação com uma recessão global.

A China, maior importadora de petróleo do mundo, está passando pela primeira das três ondas esperadas de casos de Covid-19 depois que Pequim relaxou as restrições de mobilidade, mas disse que planeja intensificar o apoio à economia em 2023.

“Não há dúvida de que a demanda está sendo influenciada negativamente”, disse Naeem Aslam, analista da corretora Avatrade.

“No entanto, nem tudo é tão negativo, pois a China prometeu combater todo o pessimismo sobre sua economia e fará o que for necessário para impulsionar o crescimento econômico.”

O petróleo Brent ganhava 1,04%, para 79,86 dólares o barril às 10:36 (horário de Brasília), enquanto o petróleo bruto dos EUA (WTI) subia 0,66%, para 74,95 dólares.

O petróleo subiu para seu recorde de 147 dólares o barril no início do ano, depois que a Rússia invadiu a Ucrânia em fevereiro. Desde então, reduziu a maior parte dos ganhos deste ano, já que as preocupações com a oferta foram superadas pelos temores de recessão, que continuam sendo um empecilho para os preços.

A Reserva Federal dos EUA e o Banco Central Europeu aumentaram as taxas de juro na semana passada e prometeram mais avanços. O Banco do Japão, enquanto isso, pode mudar sua postura ultra-dovish quando se reunir na segunda e terça-feira.

“A perspectiva de novos aumentos das taxas afetará o crescimento econômico no ano novo e, ao fazê-lo, reduzirá a demanda por petróleo”, disse Stephen Brennock, da corretora de petróleo PVM.

O petróleo foi apoiado pelo Departamento de Energia dos EUA, dizendo na sexta-feira que começará a recomprar petróleo para a Reserva Estratégica de Petróleo – as primeiras compras desde a liberação de um recorde de 180 milhões de barris da reserva este ano.

 

 

Fonte: Reuters

 


108 queries in 3,452 seconds