-->
Home | Jornal Multimodal | Contrato para pavimentação da Rodovia Tranquilo Sartor é assinado
Postado em 20 de dezembro de 2018 | 18:17

Contrato para pavimentação da Rodovia Tranquilo Sartor é assinado

Uma reivindicação de anos e uma grande obra que beneficiará moradores e aqueles que passam por uma das comunidades mais antigas de Morro da Fumaça se tornará realidade. Isso porque, o prefeito Noi Coral assinou o contrato de aproximadamente R$ 5 milhões para a pavimentação asfáltica da Rodovia Municipal Tranquilo Sartor que liga o Centro à localidade de Linha Torrrens. O recurso é do Programa Avançar Cidades.

Ao todo serão pavimentados mais de três quilômetros que, além do asfalto, também receberão calçadas e drenagem. “Investir na pavimentação da Rodovia Tranquilo Sartor é pensar no futuro de Morro da Fumaça e voltar os olhos ao desenvolvimento. Através de ações como esta, estamos pensando na melhoria da mobilidade urbana do município, beneficiando moradores, pedestres e motoristas que passam a ter melhor qualidade de vida”, enfatiza o prefeito.

O próximo passo para o início dos trabalhos é o processo licitatório para escolha da empresa responsável. A rodovia recebeu pavimentação de 1,2 quilômetros no governo do ex-prefeito Baltazar Pellegrin e pouco mais de um quilômetro no governo de Agnaldo Maccari. Após a conclusão de mais três quilômetros, a rodovia municipal estará toda pavimentada. Além de Linha Torrens, a obra também beneficiará os moradores da comunidade de Linha Frasson, entre outras.

Investimento de mais de R$ 10 milhões em pavimentações

Há pouco mais de duas semanas, o prefeito também assinou contrato com a Caixa Econômica Federal (CEF) para a pavimentação de mais de 50 vias em todos os bairros através do Programa Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), totalizando investimentos de R$ 5 milhões.

A cidade possui hoje em torno de 120 ruas sem pavimentação, sendo que entre 2017 e 2018, o Governo Municipal pavimentou vias no bairro Esperança, Mina Fluorita, Estação Cocal, Centro, Monte Verde e De Costa, a maioria com recursos próprios, além de várias outras que estão nos planos para receber melhorias.

Fonte: Engeplus

Deixe um comentário:

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*


139 queries in 2,668 seconds