-->
Home | Jornal Multimodal | Bolsonaro diz que empresas trocarão Argentina pelo Brasil, é desmentido e apaga post no Twitter
Postado em 6 de novembro de 2019 | 18:39

Bolsonaro diz que empresas trocarão Argentina pelo Brasil, é desmentido e apaga post no Twitter

Em um tuíte que causou confusão na Argentina, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira que as multinacionais Honda, L’Óreal e a fábrica de motores MWM deixariam o país vizinho para se instalar no Brasil, mas apagou o texto pouco mais de uma hora depois sem explicações.

Bolsonaro citou em seu texto uma “nova confiabilidade do investidor” que teria atraído as empresas para o Brasil.

O tuíte do presidente ganhou as manchetes dos jornais na Argentina, mas foi negado pelas empresas em seguida.

Em nota enviada à Reuters, a L’Óreal diz que produz na Argentina mais de 40 milhões de unidades por ano em sociedade com um produtor local e não tem intenção de fazer qualquer mudança, acrescentando que a Argentina é um “mercado estratégico” para a empresa.

Tanto a MWM quanto a Honda explicaram anteriormente as mudanças programadas, parte de processos de reestruturação. A empresa de motores norte-americana decidiu fechar a fábrica na Argentina mas não há planos de abrir uma nova unidade no Brasil.

Já a Honda anunciou em agosto que estaria deixando de produzir no país o automóvel HR-V para concentrar sua produção em motocicletas. A fábrica, na cidade de Campana, continuará aberta para a fabricação de motos.

A Reuters pediu explicações ao Palácio do Planalto sobre a fonte das informações usadas pelo presidente, mas não recebeu resposta imediata.

Fonte: Reuters


146 queries in 3,073 seconds