-->
Home | Oil & Gas | Petrobrás assina memorando para instalar projeto eólico offshore no litoral do Rio Grande do Norte
Postado em 3 de maio de 2024 | 17:12

Petrobrás assina memorando para instalar projeto eólico offshore no litoral do Rio Grande do Norte

Um dia com noticiário intenso envolvendo a Petrobrás. A empresa anunciou que assinou um memorando de entendimentos com o governo do Rio Grande do Norte para estudar a viabilidade da implantação de um projeto piloto de energia eólica offshore no estado. O memorando estabelece que o Rio Grande do Norte deverá realizar ações como alinhar o projeto com programas e políticas estaduais, apoiar os processos necessários para estudos e pesquisas visando o desenvolvimento e a implantação do projeto, além de promover ações para melhorar a região onde o projeto piloto será implementado.

A Petrobrás, por sua vez, irá fornecer estudos sobre os possíveis impactos ambientais e sociais resultantes da instalação do empreendimento, colaborando em conjunto para viabilizar o projeto piloto. “A Petrobrás vem estabelecendo parcerias com instituições e empresas, visando a aquisição de conhecimento e capacitação no segmento de eólicas offshore, no sentido de avaliar futuros projetos e oportunidades neste segmento. O Rio Grande do Norte tem uma vocação natural, um regime de ventos excelente para projetos de eólica offshore e acreditamos que essa vocação do Estado deve ser aproveitada”, afirmou o presidente da companhia, Jean Paul Prates, que participou do ato de assinatura do documento ao lado da governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra.

A Petrobrás atualmente é a empresa com maior potencial em projetos de geração eólica offshore em estudos no país em capacidade protocolada junto ao Ibama. Além disso, a empresa está investindo em pesquisa e desenvolvimento para viabilizar projetos inovadores em eólica offshore. A companhia solicitou o início do processo de licenciamento de projetos em 10 áreas, com um potencial total de 23 GW. Destes, sete projetos estão localizados no Nordeste, totalizando 14,3 GW de capacidade. Além disso, a Petrobrás está conduzindo estudos em sete áreas em parceria com a Equinor, que possuem um potencial total de 14,5 GW.

Hoje, a Petrobrás conduz a maior campanha de mapeamento eólica no Brasil. No ano passado, a empresa completou uma década do início de medições eólicas offshore e intensifica as campanhas de medição em algumas locações no mar brasileiro, fundamentais para a avaliação da viabilidade técnica de futuras instalações de energia eólica offshore. É o caso, por exemplo, de seis plataformas localizadas em águas rasas no litoral dos estados do Rio Grande do Norte, Ceará e Espírito Santo.

 

 

Fonte: Petro Noticias


94 queries in 2,727 seconds