-->
Home | Highlights | Vanderlande movimenta 2,1 bilhões de euros; Brasil equivale a 25% da América Latina
Postado em 3 de maio de 2024 | 17:04

Vanderlande movimenta 2,1 bilhões de euros; Brasil equivale a 25% da América Latina

Atuando no país desde 2011, a empresa é fornecedora de mercado de automação logística, transportando mais de quatro mil milhões de peças de bagagem globalmente todos os anos.

A Vanderlande tem movimentado um volume de negócios de 2,1 bilhões de euros e o Brasil representa 25% do total da América Latina. Atuando no país desde 2011, a empresa é a fornecedora de mercado de automação logística, transportando mais de quatro mil milhões de peças de bagagem globalmente todos os anos.

Segundo a companhia, mais de 600 aeroportos utilizam os sistemas de tratamento de bagagem da empresa.

O Country Manager da Vanderlande no Brasil, Adriano Santos, declarou que o primeiro projeto realizado pela companhia no país foi há 13 anos e, desde então, o Brasil é um dos locais que mais contribui para o negócio da Vanderlande na América Latina. Nesse crescimento, destacam-se as áreas de sistemas de manuseio de bagagens e processamento de encomendas, tanto em entrada de pedidos quanto em estabilidade e crescimento sustentado.

“Atualmente, nossas ações se concentram nos relacionamentos sólidos com nossos principais clientes, entendendo as necessidades específicas do mercado brasileiro e adaptando nossas soluções e serviços para atender a essas demandas e proporcionar significativo valor agregado aos nossos clientes no Brasil”, afirmou.

Segundo Adriano, o Brasil representa um mercado com potencial significativo nas três principais linhas de negócios.  “Nossa expertise em aeroportos nos levou a explorar novas oportunidades e detectamos que a de Encomenda e a Armazenagem são as quais seguimos trabalhando”, disse o executivo.

EXPANSÃO

Em relação à expansão das operações da Vanderlande no Brasil, a companhia está avaliando opções estratégicas para consolidar-se no país, identificar oportunidades significativas e estratégicas de crescimento na região América Latina.

“Na Vanderlande, vemos o mercado brasileiro como um campo de oportunidades estimulante para inovação logística, portanto, estamos comprometidos com a ideia de introduzir no país soluções disruptivas que possam transformar a forma como os desafios logísticos são enfrentados no país. A nossa abordagem centra-se no desenvolvimento de colaborações estratégicas com os principais intervenientes no mercado local, para que possam impulsionar a eficiência e a sustentabilidade na cadeia de abastecimento”, ressaltou Adriano Santos.

 

 

 

Fonte: Mundo Logistica


109 queries in 6,152 seconds