-->
Home | Anote | Começa nova edição do programa que apoia mulheres a ingressar no comércio exterior
Postado em 26 de março de 2024 | 17:18

Começa nova edição do programa que apoia mulheres a ingressar no comércio exterior

Teve início a segunda edição do Elas Exportam, programa de mentorias que busca aumentar a participação de empresas lideradas por mulheres no comércio exterior, realizado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil).

Para essa edição, o programa recebeu mais de 360 inscrições de mentoras e mentoradas dos setores de higiene pessoal, perfumaria, cosméticos, vestuário e têxtil. Foram selecionadas 30 duplas de mentoria – reunindo, de um lado, empresárias experientes em comércio exterior, e, de outro, empresas lideradas por mulheres que pretendem começar a exportar.

O programa oferece suporte ao desenvolvimento de competências e habilidades técnicas e socioemocionais necessárias ao impulso da atividade exportadora, promovendo a troca de conhecimentos e experiências práticas em comércio exterior e estimular a criação de redes de apoio.

“Na primeira edição, já colhemos alguns resultados, com empreendedoras que avançaram nos primeiros passos para a exportação de produtos. Há também cases de empresas que iniciaram participação em diferentes feiras internacionais. Em todos os casos, tenho a certeza de que se sentem mais preparadas e seguras, e que o programa contribuiu de alguma forma para isso”, diz a secretária executiva adjunta do MDIC, Aline Damasceno Ferreira Schleicher.

“O grande número de inscrições mostra que há um interesse e uma demanda reprimida das empreendedoras brasileiras por este tipo de apoio. Sabemos que a exportação é um passo significativo para o crescimento dos negócios dessas empresárias, trazendo mais competitividade e inovação para seus produtos e serviços. E esta mentoria traz, além das habilidades técnicas, segurança e confiança”, comenta Clarissa Furtado, gerente de Competitividade da ApexBrasil.

Estudo da Secretaria de Comércio Exterior do MDIC, feito em 2023, constatou que apenas 14% das empresas exportadoras brasileiras possuem preponderância feminina em seus quadros societários. O programa está dentro das iniciativas do governo federal destinadas a promover ações voltadas à equidade de gênero.

O Elas Exportam tem o apoio ainda do Banco do Brasil (BB), da Confederação Nacional da Indústria (CNI), da Rede Mulher Empreendedora (RME) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Nesta edição, conta ainda com o apoio da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecções (ABIT) e da Associação Brasileira dos Estilistas (ABEST).

O Elas Exportam é um dos destaques da Política Nacional da Cultura Exportadora e conta com benefícios alinhados à Estratégia Nacional de Propriedade Intelectual, como a parceria do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e da International Chamber of Commerce (ICC) Brazil para a realização de capacitação em propriedade intelectual.

No segundo semestre, deverá ser realizada a 3ª edição do programa, que vai selecionar 70 duplas de mentoras e mentoradas.

Fonte: Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços – MDIC

106 queries in 3,273 seconds