-->
Home | Anote | Câmara Árabe se junta à Plataforma Brasil Exportação
Postado em 26 de março de 2024 | 17:21

Câmara Árabe se junta à Plataforma Brasil Exportação

Com a adesão da Câmara de Comércio Árabe Brasileira à Plataforma Brasil Exportação, as empresas nacionais interessadas em fazer negócios com os países árabes têm na ferramenta acesso a uma variedade de serviços de apoio à exportação voltados para a região. Operada pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), a plataforma reúne em um ambiente digital informações e soluções para o processo de comércio exterior, desde estudos de mercado até suporte logístico para as empresas.

A plataforma congrega serviços de exportação para todos os destinos, mas a Câmara Árabe oferece por meio dela suas soluções voltadas para o comércio com as nações árabes, como certificação de documentos, consultoria internacional, apoio à obtenção de certificação halal, participação em eventos de promoção comercial no mundo árabe e muçulmano, realização do processo aduaneiro de forma digital, entre outras.

O gerente da Plataforma Brasil Exportação na ApexBrasil, Juarez Leal, reforça a importância dessa participação. “O amplo conhecimento da Câmara Árabe de como realizar negócios nos países árabes, por meio dos serviços oferecidos na plataforma, certamente impulsionará os contatos comerciais junto a potenciais compradores, bem como irá orientar empresas brasileiras sobre os requisitos e condições solicitados por cada mercado”, diz.

O secretário-geral e CEO da Câmara Árabe, Tamer Mansour, também frisa quão relevante é essa parceria. “A Câmara Árabe enxerga que essa parceria é muito importante para dar ainda mais oportunidade para as empresas exportadoras de fazerem negócios com o mercado árabe, com ainda mais agilidade e confiabilidade”, diz. Também os membros da Câmara Árabe podem aproveitar os recursos da plataforma para simplificar e potencializar suas vendas.

O cadastro é gratuito e são oferecidos mais de 500 serviços, com 100 prestadores ativos, que englobam países de cinco continentes. A iniciativa é fruto da cooperação entre os governos brasileiro e britânico e foi idealizada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), tendo como parceiros o Ministério das Relações Exteriores (MRE), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Fonte: Agência Anba

104 queries in 3,494 seconds