-->
Home | Oil & Gas | Statkraft inaugurou na Bahia o complexo ventos de Santa Eugênia, maior projeto do Grupo fora da Europa
Postado em 5 de fevereiro de 2024 | 18:57

Statkraft inaugurou na Bahia o complexo ventos de Santa Eugênia, maior projeto do Grupo fora da Europa

Um novo marco para as operações da norueguesa Statkraft no Brasil. A empresa inaugurou na Bahia, o Complexo Eólico Ventos de Santa Eugênia, maior empreendimento do grupo fora da Europa. A cerimônia contou com a participação do CEO Global do Grupo, Christian Rynning-Tønnesen, a vice-presidente executiva Internacional, Ingeborg Dårflot, além de Fernando de Lapuerta, CEO e diretor-presidente da Statkraft Brasil, e todos os diretores da organização.

Localizado em Uibaí e Ibipeba, na Bahia, o Complexo conta com uma área abrangente de 489,18 hectares, onde estão localizados os 14 parques eólicos, totalizando 91 aerogeradores de 5,7 megawatts de potência cada. A produção de energia renovável deve atingir 2.300 Gigawatt-hora (GWh) por ano, o suficiente para abastecer 1,17 milhão de residências brasileiras. No pico da obra, o empreendimento chegou a empregar 2 mil colaboradores diretos e indiretos.

Com o novo projeto, a empresa cresce sua capacidade eólica no Brasil, passando de 710MW para 1.229MW. E com a conclusão das aquisições recentes e outros projetos em construção, a Statkraft aumentará em cinco vezes a sua capacidade de geração no país no decorrer de um ano. Em 2024, a empresa espera ter mais de 2.230 MW de capacidade de geração em tecnologias hidrelétricas, eólicas, solares e baterias no país.

O desenvolvimento bem-sucedido do Complexo Eólico Ventos de Santa Eugênia, na Bahia, é um marco para a Statkraft no Brasil e mostra nosso compromisso em contribuir para a transição energética verde no país. Isso coloca a Statkraft entre as dez maiores empresas eólicas no mercado de energia mais importante da América Latina”, afirmou o CEO global da Statkraft, Christian Rynning-Tønnesen.

A Statkraft também tem planos para iniciar a construção do parque VSE Solar Híbrido, projeto híbrido que vai aproveitar a complementaridade das centrais geradoras de energia eólica de Ventos de Santa Eugênia com a geração solar. Com o uso da tecnologia BESS, que utiliza o mesmo ponto de conexão entre as duas energias, o parque híbrido terá a capacidade total de 682 MWac. Dessa forma, a empresa chega oficialmente na geração de energia solar e, através de um projeto totalmente desenvolvido “in-house”, traz como inovação o uso de baterias. A previsão é que as obras comecem no primeiro semestre deste ano e que as operações sejam iniciadas em 2025.

Temos orgulho de estar entre as primeiras empresas inovadoras a desenvolver um projeto híbrido de energia renovável para otimizar a produção de energia. Esse conceito garante melhor utilização da infraestrutura compartilhada entre as tecnologias solar e eólica e contribui para preços mais baixos e segurança energética ao sistema por meio de uma produção de energia mais estável e equilibrada”, declarou o CEO e diretor presidente da Statkraft Brasil, Fernando de Lapuerta.

 

 

 

Fonte: Petro Notícias


103 queries in 4,661 seconds