-->
Home | Oil & Gas | Preços do petróleo fecham em alta após declarações da administração Biden
Postado em 12 de agosto de 2021 | 18:10

Preços do petróleo fecham em alta após declarações da administração Biden

Os contratos futuros do petróleo fecharam em alta nesta quarta-feira, mudando o curso após a administração Biden afirmar que não iria pedir para os produtores de petróleo aumentarem a produção e que os esforços para aumentar a produção da Opep eram um plano de longo prazo.

O mercado também foi impulsionado por um relatório do governo mostrando que a oferta de petróleo dos Estados Unidos caiu na semana passada, mudando o foco da produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo.

O petróleo Brent acumula uma alta de cerca de 35% neste ano, apoiado por restrições de oferta da Opep, mesmo após o contrato da marca de referência mundial sofrer a maior perda semanal em quatro meses na semana passada, diante de preocupações de que as restrições de viagem para impedir as infecções do coronavírus poderiam atingir a demanda.

O petróleo Brent fechou em alta de 0,81 dólar, ou 1,15%, a 71,44 dólares o barril, e continuou subindo nas negociações pós-fechamento. O aumento ocorre após uma forte alta de 2,3% na terça-feira. Mais cedo na sessão, o contrato caiu para uma mínima de 69,07 dólares o barril.

O petróleo dos EUA (WTI) fechou em alta 0,96 dólar, ou 1,41%, a 69,25 dólares o barril, após um salto de 2,7% na terça-feira.

Os preços recuaram mais cedo na sessão, após a Casa Branca afirmar em declaração que a administração Biden incentivou que Opep e seus parceiros impulsionem a produção.

 

 

Fonte: TN Petróleo


140 queries in 3,448 seconds