-->
Home | Oil & Gas | Petrobrás lançou licitação para afretar até cinco sondas de perfuração offhore
Postado em 24 de fevereiro de 2021 | 19:39

Petrobrás lançou licitação para afretar até cinco sondas de perfuração offhore

Em meio ao processo de mudança no seu alto comando, a Petrobrás lançou nesta semana uma nova licitação que promete movimentar o mercado. A estatal publicou um edital para contratação de até cinco sondas de perfuração marítima. A abertura dos envelopes com as propostas dos licitantes está marcada para o dia 15 de março. As embarcações que serão contratadas no processo devem começar a operar para a petroleira a partir de setembro do ano que vem.

O processo de licitação está dividido em dois lotes, que visam o afretamento de navios-sonda ou sondas semissubmersíveis. No primeiro deles, a Petrobrás quer contratar uma ou duas sondas de perfuração que façam uso da tecnologia com pressão controlada (MPD), com início de operação em setembro de 2022.

O período de trabalho da embarcação será de até 3 anos, podendo ser encerrado a partir de 1 ano e meio de contrato. A Petrobrás pede uma sonda que seja capaz de operar em lâminas d’água entre 1.600 metros e 2.200 metros (desejável entre 1.200 metros e 2.500 metros). A unidade também tem que ser capaz de perfurar poços de 7 mil metros (desejável 10 mil metros).

No segundo lote, a Petrobrás quer contratar de uma até três sondas de perfuração (que nesse caso não precisam ter a tecnologia MPD). O início dos trabalhos para essas unidades está agendado para dezembro de 2022. Assim como no lote anterior, o período máximo do contrato será de 3 anos.

A diferença é que o acordo poderá ser encerrado a partir do segundo ano. As exigências de espessura de lâmina d’água e capacidade de perfuração desse lote são iguais ao do anterior. O edital e a documentação completa da licitação ( nº 7003420010) está disponível no site da Petronect.

De acordo com um levantamento feito pela Westwood Energy, a Petrobrás possui atualmente 19 navios-sondas ou sondas semissubmersíveis em operação na costa brasileira. Uma parte dessa frota terá a expiração de seus contratos no final de dezembro de 2022. Por isso, a estatal se movimenta para garantir novos contratos de afretamento de sondas.

 

 

 

Fonte: Petro Notícias


144 queries in 5,739 seconds