-->
Home | Oil & Gas | Equinor prevê pico de demanda global por Petróleo antecipado em três anos
Postado em 17 de novembro de 2020 | 19:50

Equinor prevê pico de demanda global por Petróleo antecipado em três anos

A norueguesa Equinor está prevendo que o pico da demanda global de petróleo ocorrerá antes do previsto, em virtude dos efeitos da pandemia do coronavírus. A análise consta em seu relatório anual Perspectivas de Energia, divulgado nesta terça-feira (17). A nova estimativa da companhia é que este pico aconteça por volta de 2027 e 2028, dois ou três anos antes da previsão anterior.

Em um dos cenários traçados pela Equinor, a estimativa é que a demanda por petróleo deve retornar aos níveis de pré-pandemia por volta de 2025, totalizando cerca de 100 milhões de barris por dia. Depois, o volume cairá para 88 milhões de barris por dia em 2050.

A estratégia da Equinor garantirá competitividade de longo prazo em tempos de mudanças significativas nos sistemas globais de energia. A Equinor será uma empresa líder nessas mudanças, e temos a ambição de nos tornarmos uma empresa de energia líquida zero até 2050. Isso significa que estaremos entre as melhores empresas do mundo na produção de petróleo e gás, com baixas emissões de CO2”, disse o presidente e CEO da Equinor, Anders Opedal.

Nesta semana, a petroleira também anunciou mudanças em sua estrutura corporativa. O novo desenho da empresa contempla justamente esse novo momento do mercado de energia, com foco na transição para geração limpa. “Essas mudanças apoiarão a criação de valor aprimorado de nosso portfólio de petróleo e gás de classe mundial, o crescimento lucrativo acelerado em energias renováveis e o desenvolvimento de soluções de baixo carbono”, acrescentou Opedal.

A nova estrutura corporativa será composta por seis áreas de negócios e cinco unidades de centro corporativo, com entrada em vigor em 1º de junho de 2021. As áreas de negócios da empresa serão: Exploração e Produção na Noruega; Exploração e Produção Internacional; Renováveis; Tecnologia, Digital e Inovação; Projetos, Perfuração e Aquisições; e Marketing, Midstream & Processamento.

 

 

Fonte Petro Notícias


139 queries in 3,268 seconds