-->
Home | Oil & Gas | Diesel russo atinge 74% das importações e ameniza defasagem de preços da Petrobras
Postado em 18 de setembro de 2023 | 17:08

Diesel russo atinge 74% das importações e ameniza defasagem de preços da Petrobras

A invasão do diesel russo nas importações brasileiras, que chegou a 74% do total em setembro, seu sexto mês, tem amenizado os efeitos da defasagem entre os preços praticados pela Petrobras e o preço de paridade de importação. Na prática, essa conjuntura reduz a pressão sobre a Petrobras para reajustes ou importações próprias e dá sobrevida a importadores, ainda que a janela de importação siga restrita.

A Petrobras segue vendendo seu produto abaixo de qualquer outro preço, mas reconhecem que essa diferença é bem inferior quando considerado o diesel russo. Levantamento exclusivo da consultoria de preços Argus mostra que esse produto tem sido vendido nos portos brasileiros com um desconto que varia entre US$ 0,15 e US$ 0,26 por galão ante o diesel negociado n Bolsa de Nova York.

Em 8 de setembro, por exemplo, o metro cúbico de diesel russo foi comercializado nos portos brasileiros a R$ 4.130,23, enquanto o produto de outras origens, entre as quais predomina a americana, foi vendido a R$ 4.386,95, diferença de R$ 256,7/m³. Já o metro cúbico de diesel da Petrobras custou R$ 3.724,1, ainda R$ 406 abaixo do produto russo.

 

 

Fonte: Estadão

 

 


106 queries in 5,357 seconds