-->
Home | Oil & Gas | Blecautes programados na Argentina são suspensos por chuva
Postado em 21 de fevereiro de 2016 | 14:29

Blecautes programados na Argentina são suspensos por chuva

O alívio que as precipitações trouxeram a Buenos Aires, que sofria com as altas temperaturas, motivaram nesta sexta-feira o governo argentino a suspender os cortes de luz programados para evitar problemas de fornecimento, embora cerca de 70 mil usuários permaneçam sem serviço na capital e seus arredores.

Segundo o governamental Ente Regulador de Eletricidade (Enre), às 9h local (10h, em Brasília) havia 32.262 usuários sem serviço na zona de concessão da Edenor e 37.003 na da companhia Edesur.

O Ministério de Energia tinha previsto para hoje a segunda jornada de cortes programados para tentar conter os blecautes maciços e prolongados que ocorreram ao longo do verão, perante o aumento da demanda pelas altas temperaturas.

No entanto, dado que a capital e seus arredores amanheceram sob um céu cinza e com episódios de intensas precipitações, o titular da pasta, Juan José Aranguren, anunciou na primeira hora a suspensão dos cortes programados para esta sexta-feira.

Por sua vez, o presidente do Enre, Ricardo Martínez Leone, apontou que os blecautes não programados que ocorreram hoje se devem às tempestades e aos fortes ventos registrados na zona, que afetaram as instalações.

“Com esta temperatura não tem nenhum problema por demanda energética. Os problemas são pela tempestade”, especificou à rádio “La Red”.

O ministro da Energia antecipou que para a próxima semana será mantida a necessidade de fazer cortes programados e que “na terça-feira será um dia crítico”, em declarações à rádio “Vorterix”.

Aranguren relacionou os as falhas da rede com a “ausência de investimento e de controle” de parte do Estado durante os últimos anos e garantiu que a melhora do serviço necessitará de vários anos.

Trata-se do quinto ano consecutivo que as altas temperaturas do verão vêm acompanhadas de picos de consumo elétrico que dão lugar a blecautes maciços e prolongados.

Fonte: EFE


129 queries in 3,510 seconds