-->
Home | Oil & Gas | Batalhões do exército vão concluir ferrovia de escoamento da produção de grãos na Bahia
Postado em 21 de maio de 2020 | 17:36

Batalhões do exército vão concluir ferrovia de escoamento da produção de grãos na Bahia

um projeto de ferrovia, desde a implantação Estrada de Ferro do Oeste (Ferroeste), na década de 1990. Essa ferrovia terá um papel importante na melhoria da infraestrutura logística do país. O ministro disse que:  “O Exército vem fazendo um trabalho extraordinário, como foi feito nas obras da BR-163, no Pará, e agora vai participar das obras do trecho entre Bom Jesus da Lapa e São Desidério.” São Desidério é uma  cidade  considerada como uma das  maiores produtoras de grãos do país. Em 2019, o Produto Interno Bruto (PIB) agrícola do município chegou a R$ 3,63 bilhões, um novo recorde para o agronegócio baiano. Com a ferrovia, a cidade terá a possibilidade de escoar a produção sobre trilhos.

Quando estiver totalmente concluída, a ferrovia vai proporcionar a redução dos custos de transporte de grãos, álcool e minérios destinados aos mercados interno e externo; a ampliação da produção agroindustrial da região; e a interligação dos estados do Tocantins, Maranhão, de Goiás e da Bahia aos portos de Ilhéus (BA) e Itaqui (MA). Ela deve se tornar, também, um importante caminho de escoamento do minério do sudoeste da Bahia (Caetité e Tanhaçu) e de grãos da região oeste do mesmo estado. A ferrovia também poderá se conectar, futuramente, à malha da Ferrovia Norte-Sul, o que traria melhoria para logística nacional. Está é a primeira vez que um batalhão ferroviário das Forças Armadas assume um projeto de ferrovia, desde a implantação Estrada de Ferro do Oeste (Ferroeste), na década de 1990.

Fonte: Petro Notícias

139 queries in 3,011 seconds