-->
Home | Oil & Gas | Atvos conclui recuperação judicial e receberá aporte de R$500 milhões do fundo Mubadala
Postado em 18 de setembro de 2023 | 18:06

Atvos conclui recuperação judicial e receberá aporte de R$500 milhões do fundo Mubadala

A empresa produtora de biocombustíveis Atvos está entrando em uma nova etapa de sua história. A companhia anunciou ao mercado que encerrou o seu processo de recuperação judicial, iniciado em maio de 2019. A decisão foi tomada pelo juiz da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais da Capital de São Paulo, que também homologou o aditamento ao plano de recuperação. Ainda de acordo com a companhia, fica prevista uma nova estrutura de pagamentos da dívida, tanto para os credores quirografários não financeiros (fornecedores) quanto para os credores financeiros (bancos).

A Atvos explicou que do total das dívidas financeiras originais desde o início da recuperação, uma parcela de 54% já havia sido equacionada e o prazo para pagamento da dívida remanescente foi alongado até dezembro de 2042. O aditamento homologado prevê, ainda, o pagamento integral do saldo dos credores não financeiros ainda existente nos próximos 30 dias, de modo que serão pagos 99,99% de todos os credores não financeiros, o que equivale a 97% da dívida com essa classe desde o início do procedimento.

Olhando para o futuro, a Atvos também anunciou que receberá um aporte de R$ 500 milhões do fundo Mubadala Capital, reduzindo significativamente a sua alavancagem, que passará a ser de 1,4 vez (dívida líquida sobre Ebtida), com perspectiva de queda. “A recuperação da Atvos – uma das maiores e mais complexas já enfrentadas no País – nos demandou negociações com alto nível de complexidade, destacando nosso modo de trabalhar em parceria com a companhia, credores e demais partes afetadas para buscar sempre a melhor solução. Para Mubadala Capital, o resultado da conclusão desse processo reforça ainda mais o compromisso que temos no impacto social nas comunidades onde atuamos”, disse o diretor executivo do Mubadala Capital no Brasil, Sergio Carneiro.

Já o CEO da Atvos, Bruno Serapião, destacou que o encerramento do processo de recuperação judicial é um grande marco para a história da companhia. “Esse é um momento emblemático que só foi possível alcançar graças à dedicação e cooperação dos nossos 10 mil colaboradores, à parceria de nossos clientes, fornecedores, parceiros de terras, bancos credores, comunidades e demais públicos de relacionamento. E, sobretudo, à confiança do Mubadala Capital por acreditar no propósito da companhia em produzir energia limpa que move o mundo e transforma vidas”, frisou o executivo.


105 queries in 6,325 seconds