-->
Home | Jornal Multimodal | Volkswagen São Carlos exporta cabeçotes à Alemanha
Postado em 6 de agosto de 2019 | 16:15

Volkswagen São Carlos exporta cabeçotes à Alemanha

A fábrica de motores da Volkswagen em São Carlos, no interior paulista, está ampliando seu perfil exportador. A planta atendeu recentemente uma encomenda de 2.350 cabeçotes usinados que foram embarcados para a unidade de produção do grupo em Chemnitz, na Alemanha, para aplicação nos propulsores 1.0 TSI feitos lá.

“Além de ser a maior exportadora de veículos da história do Brasil, a empresa está se transformando em uma importante fornecedora global de componentes por meio da fábrica de São Carlos”, informa o presidente da Volkswagen do Brasil e América do Sul, Pablo Di Si. Ele destaca que o alinhamento da planta com as melhores práticas produtivas do grupo no mundo é o fator fundamental que vem garantindo diversos contratos de exportação.

Em 2015 a fábrica de São Carlos começou a receber investimentos de R$ 460 milhões que viabilizaram a construção da moderna linha de motores EA 211, com bloco e cabeçote de alumínio e versões aspiradas MSI e turbinadas TSI. Em 2017 foram aportados R$ 50 milhões adicionais para ampliar a capacidade e iniciar o atendimento a contrato de exportação que prevê até 2020 o envio de 250 mil motores completos 1.4 TSI para o México, para equipar Jetta e Golf produzidos na planta mexicana e vendidos no mercado norte-americano.

Esta não é a primeira vez que a Volkswagen São Carlos complementa a produção de partes usinadas de motor para fábrica alemã em Chemnitz. No ano passado foram embarcados para lá 5 mil virabrequins e em 2015 cerca de 90 mil blocos, ambos para o 1.0 TSI.

Fonte: Automotive Business


148 queries in 2,808 seconds