-->
Home | Jornal Multimodal | Vazamento de óleo atinge Margem Esquerda do Porto de Santos
Postado em 26 de março de 2019 | 17:45

Vazamento de óleo atinge Margem Esquerda do Porto de Santos

Um vazamento de combustível foi registrado na Margem Esquerda do Porto de Santos nesta segunda-feira (25), e mobilizou equipes de emergência para a contenção dos danos ambientais.

O incidente, que não deixou feridos, ocorreu durante o abastecimento do navio Star Lima, de bandeira norueguesa, que está atracado no terminal da empresa DP World Santos para movimentar carga de celulose e papel.

O óleo do tipo ‘bunker’ caiu no mar após o mangote de uma barcaça romper durante o serviço de abastecimento. O procedimento foi interrompido assim que o problema foi identificado. A área foi isolada e equipes foram acionadas para conter a contaminação e limpar as embarcações.

Segundo levantamento preliminar do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), houve o vazamento de 400 litros de óleo no mar. Ainda não foi divulgada a dimensão da área atingida.

Representantes do Ibama, da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP) e da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) acompanham a situação.

Um vazamento de combustível foi registrado na Margem Esquerda do Porto de Santos nesta segunda-feira (25), e mobilizou equipes de emergência para a contenção dos danos ambientais.

O incidente, que não deixou feridos, ocorreu durante o abastecimento do navio Star Lima, de bandeira norueguesa, que está atracado no terminal da empresa DP World Santos para movimentar carga de celulose e papel.

O óleo do tipo ‘bunker’ caiu no mar após o mangote de uma barcaça romper durante o serviço de abastecimento. O procedimento foi interrompido assim que o problema foi identificado. A área foi isolada e equipes foram acionadas para conter a contaminação e limpar as embarcações.

Segundo levantamento preliminar do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), houve o vazamento de 400 litros de óleo no mar. Ainda não foi divulgada a dimensão da área atingida.

Representantes do Ibama, da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP) e da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) acompanham a situação.

A Codesp, em nota, informou que presta apoio logístico ao Ibama, e que o Plano de Emergência Individual (PEI) havia sido acionado às 9h20 pelo próprio terminal e pela firma responsável pelo abastecimento do navio. Barreiras de contenção foram instaladas, assim como mantas de absorção para retirar o óleo que permanecia na linha d’água no Estuário.

A agência responsável pela embarcação informou que equipes foram a bordo para realizar os trabalhos necessários e atender as autoridades envolvidas. A DP World informou que não tem responsabilidade sobre o ocorrido, e que não vai se posicionar.

Fonte: A Tribuna

Deixe um comentário:

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*


144 queries in 3,042 seconds