-->
Home | Jornal Multimodal | Suínos: exportação brasileira deve crescer 15% em 2020, estima USDA
Postado em 26 de fevereiro de 2020 | 16:42

Suínos: exportação brasileira deve crescer 15% em 2020, estima USDA

O Brasil deve produzir 4,2 milhões de toneladas de carne suína em 2020, estima o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). Se confirmados, o volume representa alta de 4,5% ante o produzido no ano passado. As estimativas foram divulgadas em levantamento publicado pelo Departamento na última segunda-feira, 24.

O USDA atribui o aumento da produção de carne suína, afirma a agência, reflete a forte e contínua exportação para a China, a maior demanda doméstica e estabilidade nos custos de alimentação animal. O Departamento do governo norte-americano afirmou que a estimativa de crescimento de 2% para a economia brasileira e a expectativa de que as exportações brasileiras continuem firmes sustentam a projeção de aumento na produção da proteína. O USDA prevê também que o país exporte 980 mil toneladas neste ano, volume 15% superior ao vendido para o mercado externo em 2019, projeta o USDA.

Exportadores brasileiros e autoridades governamentais também estão envolvidos na promoção do mercado para Angola, Chile e África do Sul”, destaca o USDA. O USDA afirmou, ainda, que desde janeiro aumentaram as incertezas em relação ao impacto do coronavírus e do acordo entre Estados Unidos e China sobre os embarques de carnes do Brasil para a Ásia. A incerteza é maior quanto ao reflexo do coronavírus nas exportações de carne bovina para a China, em virtude de possíveis restrições logísticas no país.

Fonte: Estadão Conteúdo


150 queries in 2,933 seconds