-->
Home | Jornal Multimodal | Reuniões operacionais da Portos do Paraná passam a ser online
Postado em 18 de março de 2020 | 19:20

Reuniões operacionais da Portos do Paraná passam a ser online

Seguindo o decreto estadual e a nova OS da empresa pública, a Diretoria de Operações da Portos do Paraná suspendeu as reuniões presenciais. A partir desta semana, os encontros já estão sendo realizados nos espaços virtuais, por Skype e grupos de Whasapp, com agências marítimas e operadores.

“É uma prevenção que, no nosso entendimento, é possível de se fazer, sem que comprometa o resultado. Estamos evitando o contato que, segundo as autoridades sanitárias, é o que deve ser evitado neste momento. Isso sem prejuízo às nossas operações”, afirma o diretor Luiz Teixeira da Silva Júnior.

Como explica o diretor, diariamente são realizadas pelo menos três reuniões com os usuários dos portos. Tem reunião geral de programação, que envolve todos os segmentos, de segunda à sábado; além de dois encontros para tratar da logística do Corredor de Exportação, também diários (de segunda a sexta); e o grupo que define as atracações e operações dos fertilizantes.

Esses encontros geram um fluxo de mais de cem pessoas pela diretoria. “Agentes e operadores comparecem em massa para tratar de seus interesses a serem programados pelo Porto. Isso continuará a ser feito, mas cada um em seu escritório”, diz Teixeira.

CORREDOR – Segundo Gilmar Francener, chefe da Divisão de Silos, para atender as operações do Corredor de Exportação, são realizadas a reunião de atracação, com quase 50 agentes, e outro encontro que define as cotas diárias de recebimento de cargas para descarga nos terminais (chamada de reunião Silog), que reúne entre 25 e 30 pessoas.

Francener reforça que a reunião está sendo online, via Skype, e que todos os agentes e operadores estão cientes e de acordo com a medida. “Levei esse assunto para a último reunião presencial e foi informado que a nossa ideia era reduzir esse contato social. Eles acharam a muito bom e muitos até disseram que esperavam uma ação nesse sentido, pois são muitas pessoas num mesmo espaço”, diz.

Como lembra o portuário, a Diretoria de Operações segue de portas abertas. “Se houver necessidade, e em casos de urgência, podem vir aqui e conversar com a gente, não tem problema. É só ligar, marcar um horário, que atendemos. O que puder ser feito por e-mail e telefone, faremos. É uma medida de prevenção que beneficia todos”, completa.

GERAL – De acordo com o chefe da divisão de operações, Maurício do Carmo, a reunião efetiva de atracação dos demais segmentos é realizada diariamente, de segunda a sábado, às 11h, com agentes, operadores, intervenientes e terminais.

“Em média, 25, 30 pessoas participam desse encontro que define a programação e utilização dos demais berços. Já a reunião de fertilizantes é realizada de acordo com a demanda, em média, duas vezes por semana, e chega a reunir de 50 a 55 pessoas”, afirma.

Essas reuniões também deixaram de ser presenciais. “Criamos grupos do Whatsapp, conseguimos reunir toda a comunidade portuária, e nos organizamos para tentar fazer tudo online a partir de agora. Cada um em seus ambientes, escritórios, estamos fazendo nossas reunião”, diz,

Toda comunidade portuária ficou de acordo com a medida. “Na questão da prevenção é só benefício. São menos pessoas reunidas nas salas e também reduzimos o acesso pelos gates e torniquetes. Diminuindo o fluxo de pessoas, reduzimos os riscos”, conclui.

Fonte: APPA


138 queries in 3,401 seconds