-->
Home | Jornal Multimodal | Relatório aponta caminhos para ampliar competitividade no Brasil
Postado em 15 de março de 2018 | 17:13

Relatório aponta caminhos para ampliar competitividade no Brasil

Desde a recente recessão econômica, o governo brasileiro tem produzido esforços para executar reformas para modernizar políticas e instituições, com o objetivo o aumento da produtividade e a recuperação econômica. Nesse contexto, o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e o Fórum Econômico Mundial formaram uma parceria para implementar a versão brasileira do Competitiveness and Inclusive Growth Lab, como parte de uma estratégia ampla para fomentar a competitividade e melhorar o ambiente de negócios.

O relatório foi apresentado hoje, na edição América Latina do Fórum, em São Paulo. As atividades que culminaram no documento foram conduzidas por um grupo de trabalho formado por gestores, técnicos e especialistas indicados e orientados por um Conselho Editorial, composto por representantes dos setores público e privado, e presidido pelo Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge.

O relatório apresenta um diagnóstico sobre quais os principais fatores que afetam negativamente a competitividade da economia brasileira, tendo como base os resultados do Global Competitiveness Index, índice de competitividade global publicado anualmente pelo Fórum Econômico Mundial.

Com base nesse diagnóstico, foram apresentadas recomendações de iniciativas, divididas nas seguintes vertentes:

Integração às cadeias globais de valor – aumentar o acesso a mercados por meio da expansão da rede de parceiros comerciais e do aprofundamento dos acordos existentes, de políticas de facilitação de comércio e investimentos, e de melhoraria do ambiente tributário para o comércio, inclusive com uma análise e revisão da Tarifa Externa Comum do Mercosul.

Inovação – melhorar a integração das políticas e a coordenação entre centros de inovação. Evitar, ainda, que a inovação seja orientada apenas pelo lado da oferta, e desenvolver um ecossistema focado nas demandas sociais e corporativas por inovação.

Nova geração de políticas públicas – integração sistemática de mecanismos de monitoramento e avaliação às políticas públicas, dando ao governo a capacidade de realocar investimentos nas políticas mais efetivas, e gerando mais transparência e confiança na condução dessas políticas.

Reforma do ambiente de negócios – reformas institucionais e legais para revigorar a competição doméstica e estrangeira. Para esse fim, o relatório examina diversas iniciativas promissoras que já estão sendo implementadas pelo governo.

O Competitiveness and Inclusive Growth Lab – Brazil é uma iniciativa em progresso para lançar e apoiar uma agenda de medidas acionáveis, visando o aumento da competitividade do Brasil. A publicação do relatório, sintetiza o comprometimento de agentes públicos e privados, nacionais e estrangeiros, e dos mais diversos níveis, com a adoção dessa agenda.

Conselho Editorial do Relatório

Presidente

Marcos Jorge de Lima (January–March 2018)
Minister of Industry, Trade and Services

Marcos Pereira (November 2017–January 2018)
Minister of Industry, Trade and Services

Membros

Robson Andrade
Presidente, Confederação Nacional da Industria (CNI)

Carlos Arruda
Diretor-Executivo, Centro de Competitividade e Inovação – Fundação Dom Cabral
Fundação Dom Cabral

Lourdes Casanova
Professora Sênior e Diretora do Instituto de Mercados Emergentes, Cornell University

André Clark Juliano
Chief Executive Officer, Siemens Brasil

Henrique Meirelles
Ministro da Fazenda

Angel Melguizo
CHefe da Unidade de América Latina e Caribe, OCDE

Dyogo Oliveira
Ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão

Amure Pinho
Presidente, ABStart-ups

Flavio Rocha
Presidente, Lojas Riachuelo SA

Luiza H. Trajano I. Rodrigues
CEO, Magazine Luiza SA

Sergio Romani
CEO, Ernest and Young América do Sul

Juliano Seabra
Managing Director, Endeavor Brasil

Hugo Flores Timoran
Representante Residente, BID

José Antônio Toledo Vieira
President, Novartis Brasil

Pedro Wongtschowski
Presidente, Ultrapar Participaçoes SA

Fonte: MDIC

Deixe um comentário:

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*


139 queries in 2,699 seconds