-->
Home | Jornal Multimodal | Possível suspensão de exportações para países árabes preocupa entidades de classe
Postado em 8 de novembro de 2018 | 18:11

Possível suspensão de exportações para países árabes preocupa entidades de classe

Representantes de entidades ligadas a exportadores de produtos em Araçatuba e região estão preocupados com a possibilidade da suspensão das importações de produtos brasileiros por parte dos países árabes.

Para o presidente do Siran (Sindicato Rural da Alta Noroeste), Fábio Freixo Brancato, o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), precisa ter cuidado com as relações já existentes entre o Brasil e outros países e suas alianças, para evitar que mercados se fechem. “Hoje corremos um risco de fechar um mercado de 18% de exportação, que é um mercado significativo, não só para a carne e açúcar”, explica.

Na opinião dele, o País precisa abrir as fronteiras e trazer novas tecnologias, mas sempre avaliar todas as implicações que essas decisões acarretarão.

Nesse mesmo sentido, o presidente do Sinbi (Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui), Samir Nakad, comenta que é temerária qualquer mudança nas relações exteriores do Brasil nesse momento. “Toda mudança implica em uma ação e uma reação”, argumenta.

De acordo com ele, o mercado árabe é um grande importador de calçados produzidos no Brasil e pelas indústrias de Birigui, que podem ser impactadas com essa possível suspensão das importações.

“A exportação de calçados para esse mercado é grande e verdadeiramente nos preocupa essa situação. O ideal é esperar o andamento das ações”, diz.

Fonte: Folha da Região

Deixe um comentário:

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*


140 queries in 2,886 seconds