-->
Home | Jornal Multimodal | Porto de Cabedelo mantêm tendência de crescimento e já supera movimentação de cargas de 2017
Postado em 5 de dezembro de 2018 | 17:50

Porto de Cabedelo mantêm tendência de crescimento e já supera movimentação de cargas de 2017

O Porto de Cabedelo mantém neste ano de 2018 a tendência de crescimento na movimentação de carga e no mês de novembro já superou o total movimentado no ano de 2017. No ano passado, o Porto movimentou 1.048.072 (um milhão, 48 mil e setenta e duas) toneladas de produtos nos 12 meses. Já este ano, até o mês de novembro, já passaram pelo terminal 1.112.691 (um milhão, cento e doze mil e seiscentos e noventa e uma) toneladas de mercadorias, entre importação e exportação.

O aumento na movimentação em relação ao mesmo período do ano passado, ou seja, de janeiro a novembro, já é de 16,14%, sendo que nos 11 meses de 2017, foram movimentados 958.091 (novecentos e cinquenta e oito mil e noventa e uma) toneladas. Em 2017, o Porto já tinha apresentado um crescimento de 11,39% em relação a 2016.

Além da cabotagem dos derivados de petróleo, passaram pelo Porto de Cabedelo, por meio de importação, mercadorias como o trigo, malte e o coque de petróleo (petcoke). O porto paraibano também serviu para escoar produtos de alto valor agregado como ilmenita (mineral de titânio de ocorrência mais comum e abundante), exportado para França e Ucrânia e o granito, para a Itália.

Para a presidente da Companhia Docas da Paraíba (Docas-PB), Gilmara Temóteo, o bom desempenho do Porto de Cabedelo se dá graças aos investimentos realizados pelo Governo do Estado com recursos próprios e em parceria com o Governo Federal, na melhoria da infraestrutura portuária, como por exemplo a revitalização do berço 101, implantação de novas defensas, implantação do novo balizamento do canal de acesso, entre outros.

“Já colhemos muitos frutos destes investimentos e a partir de 2019 a expectativa é que o Porto de Cabedelo continue crescendo, já que muitos investimentos ainda não começaram a dar resultados, como por exemplo, a operação Ship to Ship, que já teve sua operação piloto realizada e aguarda apenas deliberações da Petrobrás. Isso será mais um incremento na nossa movimentação, e consequentemente no desenvolvimento e arrecadação do município de Cabedelo e do Estado da Paraíba”, destacou Gilmara.

Fonte: Portal Paraíba

Deixe um comentário:

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*


147 queries in 4,072 seconds