-->
Home | Jornal Multimodal | Obras da segunda ponte entre Brasil e Paraguai seguem dentro do cronograma esperado
Postado em 19 de setembro de 2019 | 18:23

Obras da segunda ponte entre Brasil e Paraguai seguem dentro do cronograma esperado

Os trabalhos para a construção da segunda ponte entre Brasil e Paraguai, em Foz do Iguaçu (PR), seguem dentro do cronograma planejado. O investimento, com recursos da Itaipu binacional, será de aproximadamente R$ 463 milhões, considerando obras da estrutura, desapropriações e a construção de uma perimetral no lado brasileiro. A previsão é que a construção termine no prazo de 36 meses.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) tem a responsabilidade de supervisionar o empreendimento, além de seguir com a competência técnica de aprovar os projetos da segunda ponte entre os dois países. Por meio de um convênio de delegação, as obras serão gerenciadas pelo governo do Paraná.

Até o momento, com a atuação de cerca de 80 colaboradores, já foram realizados serviços como a supressão da vegetação na área do canteiro e da faixa de domínio, a limpeza do terreno, a locação do canteiro, a terraplenagem do canteiro, a execução de revestimento primário no local, entradas de energia provisórias para realização das edificações da área, execução do poço artesiano, execução das edificações, espalhamento e compactação de bica corrida, além da execução do dique.

A segunda ponte será construída no Rio Paraná, entre Foz do Iguaçu (PR) e Presidente Franco, cidade paraguaia vizinha a Ciudad del Este, onde está localizada a Ponte da Amizade.

Estímulo – Aguardada há muitos anos, a segunda ponte entre os dois países será mais um estímulo ao desenvolvimento regional, pois vai gerar empregos, fortalecerá a integração, facilitará a logística de cargas e aliviará o trânsito no centro de Foz do Iguaçu e na Ponte da Amizade.

Fonte: DNIT


144 queries in 3,182 seconds