-->
Home | Jornal Multimodal | No Rio, ministro visita obras de acesso da Ponte Rio-Niterói com a Linha Vermelha
Postado em 12 de dezembro de 2019 | 19:44

No Rio, ministro visita obras de acesso da Ponte Rio-Niterói com a Linha Vermelha

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, visitou, nesta quinta-feira (12), as obras da alça de ligação da Ponte Rio-Niterói com a Linha Vermelha, no Rio de Janeiro (RJ). Além de ser um acesso direto com a Linha Vermelha e as cidades da Baixada Fluminense, as obras, que já estão com 90% de execução, também vão melhorar o trânsito na Avenida Brasil, no sentido Zona Oeste, no trecho do Caju, já que cerca de 15 mil veículos deixarão de cruzar a via para acessar a Linha Vermelha pela saída da Ponte. A obra será entregue até março de 2020.

De acordo com o ministro, as obras na alça de ligação da Ponte com a Linha Vermelha, atualmente, as maiores executadas no estado, vão aliviar o trânsito na saída da Ponte, melhorando em 20% a fluidez na região e entorno, além de trazer grande benefício para a economia do Rio de Janeiro e para o país.

“Essa obra vai ser transformadora para o tráfego do Rio de Janeiro porque a gente vai desviar o tráfego pesado do centro da cidade e levar direto pra zona portuária. Isso mostra, mais uma vez, que a concessão é um bom caminho. Reafirma a nossa convicção de fazer investimento para a inciativa privada, que tem interesse e condição de fazer. A gente sai daqui completamente satisfeito com o que a gente tá vendo”, afirmou o ministro.

Executada pela concessionária Ecoponte e Grupo EcoRodovias, a obra teve início em maio de 2018, mas já está em processo final de implantação. As duas novas alças terão gabarito mínimo de 5,5 metros de altura e cada faixa de rolamento terá 3,5 metros de largura. A alça de ligação conta com R$ 450 milhões de investimento e, no seu pico, gera cerca de 1,3 mil postos de trabalho.

Na oportunidade, o ministro também visitou o andamento das edificações da Avenida Portuária, construção paralela à alça com a Linha Vermelha. Com 60% da obra concluída, a Avenida Portuária é uma via expressa com dois sentidos exclusiva para veículos de cargas que ligará Manguinhos, na Avenida Brasil, com o portão 32 do Cais do Porto, no Caju. A previsão de entrega é julho de 2020.

Freitas também fez uma visita ao novo prédio da Indústria de Material Bélico do Brasil (IMBEL), no Caju, construído para a implantação da alça viária na região do Arsenal de Guerra.

Fonte: Ministério da Infraestrutura


144 queries in 2,886 seconds