-->
Home | Jornal Multimodal | Ministro da Infraestrutura vistoria obras da BR-163 no Pará
Postado em 6 de março de 2019 | 19:48

Ministro da Infraestrutura vistoria obras da BR-163 no Pará

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, viajou nesta quinta-feira (6) com destino à Serra do Cachimbo, no Sudoeste do Pará, onde iniciou uma jornada de vistorias a pontos críticos ainda não pavimentados da BR-163. Devido às fortes chuvas na região, a trafegabilidade da rodovia ficou prejudicada. Esta é a segunda vez, em menos de 45 dias, que o ministro da Infraestrutura visita a região.

Segundo o ministro, a rodovia é prioridade da Pasta, porque boa parte da produção de grãos do Mato Grosso sobe por ali até o Porto de Miritituba, no Pará. “Por enquanto, não temos condições climáticas para trabalhar no trecho por conta do período de inverno amazônico. Por isso, estamos resolvendo os pontos críticos, inclusive oferecendo apoio para os caminhoneiros”, disse Freitas.

No primeiro dia de agenda, o ministro vistoriou de helicóptero e de caminhonete as intervenções realizadas para garantir o deslocamento, assim como o trabalho que vem sendo feito por DNIT, Exército e Polícia Rodoviária Federal (PRF) no apoio aos caminhoneiros.

Segundo o DNIT, 3.500 caminhões chegaram a ficar parados. Atualmente, há uma fila com aproximadamente 1.250 carretas que aguardam a liberação para transitar no trecho. O ministro explicou que a solução foi adotar medidas cautelares para atender às demandas.

“O tráfego está sendo interrompido até sexta-feira (8), de forma programada, para ajustarmos os pontos críticos. É um bloqueio controlado e temos o controle da situação. Pior seria liberar os caminhões e eles atolarem”, afirmou Freitas.

Durante a vistoria, o ministro verificou que não está sendo restringido o tráfego de veículos leves, ônibus, vans e caminhões que transportam perecíveis e cargas vivas.

TRAFEGABILIDADE – A expectativa é que a população local e os caminhoneiros encontrem uma normalidade na rodovia até a sexta-feira.

No período da manhã os caminhões descarregados serão liberados para retornarem de Miritituba. Após o fim da fila norte, o tráfego será reiniciado pelos veículos carregados que aguardam na direção contrária, com destino aos portos.

Na terça-feira (5), foram 12 horas de visita técnica com a presença do diretor-geral do DNIT, general Santos Filho, e do diretor de Obras de Cooperação do Exército, general Viana, nos trechos críticos compreendidos entre Moraes Almeida e Novo Progresso.

Nos pontos críticos, há equipes trabalhando durante 24 horas por dia, ininterruptamente. O Exército Brasileiro está oferecendo assistência saúde, por meio da equipe médica e duas ambulâncias. Na terça-feira (5), foram disponibilizados mais de 700 refeições e 30 mil litros de água potável.

A PRF informou que receberá reforços de policiais e veículos para auxiliar no controle de tráfego e que durante o inverno amazônico, o trânsito ocorrerá alternadamente em sentido único.

Fonte: Ministério da Infraestrutura

Deixe um comentário:

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*


149 queries in 2,917 seconds