-->
Home | Jornal Multimodal | Ministra da Agricultura fala das expectativas em relação à exportação de frutas na primeira visita ao Vale do São Francisco
Postado em 21 de abril de 2019 | 13:44

Ministra da Agricultura fala das expectativas em relação à exportação de frutas na primeira visita ao Vale do São Francisco

A Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, realizou a sua primeira visita ao Vale do são Francisco. O objetivo foi conhecer as necessidades dos produtores rurais da região. A ministra participou de uma reunião com lideranças ligadas à produção de cana-de-açúcar, no Sindicato Patronal Rural de Petrolina, no Sertão de Pernambuco.

Uma visita à tarde foi realizada nas fazendas de produção de frutas de Juazeiro, na Bahia. O último compromisso da ministra foi à noite, em um encontro com exportadores da região, na Fundação Nilo Coelho, em Petrolina.

O evento apresentou os resultados de anos pesquisas, desenvolvidas por instituições públicas, com o apoio da iniciativa privada. Com os estudos foi possível chegar a novas variedades de uvas para o cultivo na região. 87 delas ainda estão em campo experimental. E 25 foram lançadas no workshop, incluindo a variedade Cotton Candy, a uva que tem gosto de algodão-doce.

Também foram apresentados dados sobre a fruticultura e as exportações no Vale do São Francisco. A ministra Tereza Cristina participou do evento, e ouviu as solicitações dos produtores de frutas. “Apresentamos demanda com relação a abertura de mercados na China, no japão, na Coreia do Sul e também a possibilidade de se trazer o centro de pesquisa de Novas Variedades de Uvas, que funciona na Embrapa do Rio Grande do Sul aqui para Petrolina. Então isso muito brevemente nos dará uma oportunidade de crescer muito mais e avançar na produção de uva em Petrolina”, disse o presidente do sindicato dos produtores rurais de Petrolina, Jailson Lima.

Durante o evento, a ministra falou sobre as ações do ministério para os próximos anos, e as expectativas do Brasil, em relação à exportação de frutas. “Aqui é exemplo do Brasil que dá certo e estou indo no dia 08 ao japão, onde nós vamos levar na nossa comitiva pessoas do setor da fruticultura para expandir o mercado. O Brasil já exporta, mais pelo seu potencial, exporta muito pouco. Então nós vamos falar no japão, levar as nossas frutas, principalmente aqui da região. Depois vamos a China em seguida, vamos ao Vietnã e talvez a Indonésia, que ainda não está confirmado”.

Tereza Cristina também de questões sobre o problema de sanidade vegetal, que ainda causa prejuízos a economia da região, principalmente, a mosca das frutas. “Nós temos que controlar todos esses problemas, porque além de ter que colocar produtos na mesa do brasileiro de qualidade, nós também temos muitos países e que tem protocolos sanitários, os mais diversos”.

Fonte: G1


150 queries in 3,697 seconds