-->
Home | Jornal Multimodal | Iberia pechincha e consegue 50% de desconto na compra da Air Europa
Postado em 29 de julho de 2020 | 17:07

Iberia pechincha e consegue 50% de desconto na compra da Air Europa

A IBERIA, parte espanhola do grupo IAG, conseguiu um ótimo desconto na compra da rival Air Europa, devido a toda a crise causada pelo coronavírus.

Depois que a pandemia começou, três meses após o anúncio da compra da Air Europa pelo grupo IAG (que também controla a British Airways), as negociações foram suspensas e, segundo o caderno CincoDías do jornal El País, retomadas depois que o pior já havia passado pela Espanha.

Como o mundo estava mudado, a Iberia se utilizou de uma cláusula no contrato de compra para pleitear um desconto. O contrato previa que haveria renegociação de preços por motivo de força maior, que foi, de fato, o que aconteceu com a COVID-19 e com a pior crise da história da aviação.

Agora, segundo o CincoDías, parece que chegou-se a um acordo final, com o preço saindo de €1,2 bilhões de euros para algo entre €500 e €600 milhões, metade do acordado no início.

Além da própria crise de saúde global, que causou a desvalorização da Air Europa (e de linhas aéreas no mundo todo), outros motivos contribuiriam para o generoso desconto, e um dos que foi listado é número menor de rotas esperadas após a pandemia.

Para a compra ser aprovada pela Comissão Européia (equivalente ao CADE no Brasil), a Air Europa cedeu slots e rotas para a concorrente Volotea. Com isso, a Air Europa seria vendida para a Iberia em um tamanho menor que o acordado inicialmente, reduzindo assim seu valor final.

Com a venda para a IAG e a pandemia, a empresa desistiu de vez da abertura de uma filial brasileira:

 

 

Fonte: Aeroin


140 queries in 3,619 seconds