-->
Home | Jornal Multimodal | Espanhola Mallory quer ampliar exportação via Porto do Pecém
Postado em 11 de fevereiro de 2020 | 19:25

Espanhola Mallory quer ampliar exportação via Porto do Pecém

A Mallory quer ampliar o número de exportações para outros países. A empresa, que tem unidade em Maranguape, receberá um aporte de R$ 25 milhões em 2020. Um dos caminhos é o e-commerce.

Atualmente os produtos seguem para Bolívia, Paraguai e Uruguai, destinos na América do Sul. Mas nada impede que a companhia ganhe mercados na América Latina.

Em entrevista ao Focus, a CEO da Mallory, Annette de Castro, também falou dos custos logísticos que encarecem a operação e faz projeções a nível nacional.

Focus – Qual a participação do Ceará nos números nacionais?

Annette de Castro – Somos a única empresa com linha completa de eletroportáteis no Ceará.

Focus – A Mallory exporta produtos para quais países via Porto do Pecém?

Annette – Sim, exportamos somente 5% da nossa produção e temos o intuito de aumentar ainda mais. Exportamos para Bolívia, Paraguai e Uruguai.

Focus – A produção atende o mercado local e internacional? Existe alguma possibilidade de aumentar em 2020?

Annette – A Mallory detém uma única fábrica que atende a todas as necessidades. Em 2019, a produção aumentou 21% e a previsão de 2020 é crescer ainda mais 25% dos resultados de investimentos já assumidos.

Focus – Esperam contratar novos funcionários?

Annette – Devemos aumentar o quadro de funcionários, entretanto investimos sempre em automatização para tornar a nossa produção mais efetiva.

Focus – Pretendem abrir outra unidade no Ceará ou no Nordeste? Está nos planos?

Annette – Mallory está avaliando a melhor estrutura para efeito de logística, considerando os elevados custos de frete desde a greve dos caminhoneiros em junho do ano passado. A Mallory hoje só comercializa 30% da sua produção regionalmente e está sofrendo as consequências dos aumentos. O parque fabril continuará no Ceará, entretanto a operação toda de importação e distribuição está em análise.

Focus: Que produtos mais puxaram a alta no ano passado?

Annette – O mercado de ventiladores a nível nacional teve um crescimento significativo em 2019 de aproximadamente 30% e foi responsável pelos maiores crescimentos da Mallory.

Focus: Quais produtos a companhia pretende dar mais ênfase em 2020?

Anette – Mallory tem uma participação significativa no mercado de ventiladores e liquidificadores e sempre dará prioridade ao produto nacional. Especificamente em 2020 contaremos adicionalmente com uma nova linha de produtos exclusivos de Disney a partir do lançamento Star Wars, além de outros nichos de mercado como de cuidados pessoais.

Fonte: Focus


149 queries in 5,148 seconds