-->
Home | Jornal Multimodal | Ecoporto reorganiza movimentação de paletes no armazém em Santos
Postado em 7 de janeiro de 2021 | 20:01

Ecoporto reorganiza movimentação de paletes no armazém em Santos

Trabalho consistiu em adquirir três empilhadeiras articuladas Combi AM, da Combilift, a fim de maximizar as operações. O operador logístico multipropósito e portuário Ecoporto reformulou um de seus armazéns localizado em Santos (SP).

A medida foi adotada após a empresa registrar no local ocupação próxima a 90% e ter que ir ao mercado para obter mais área de armazenagem. Em projeto elaborado pela Combilift, a empresa adquiriu três empilhadeiras articuladas Combi AM e promoveu uma reorganização das estruturas porta-paletes do armazém, o que resultou em um incremento de 40% na capacidade de armazenagem.

Segundo o gerente de Operações do Ecoporto, Robson Bissani, o índice de ocupação de 90%, olhando do ponto de vista da movimentação de paletes, não é saudável devido aos desdobramentos que gera como a falta de produtividade e não poder assimilar novas operações por falta de espaço.

Após um período de avaliação das tecnologias existentes no mercado que permitiriam a solução do impasse, a equipe de operações do Ecoporto realizou visitas técnicas a empresas que utilizam a empilhadeira articulada Combi AM em suas operações com objetivo de avaliar seu desempenho. De acordo com a companhia, observou-se, então, que o equipamento proporcionava um novo conceito de movimentação com ganho de espaço de armazenagem, mobilidade e, consequentemente, redução de custos da operação.

“O mercado de operadores logísticos apresenta uma forte concorrência, os clientes precisam reduzir seus custos logísticos e buscamos soluções inovadoras, de excelência e cada vez mais customizadas para sua operação. O que levou à nossa decisão pela empilhadeira articulada foi a solução tecnológica aliada ao custo-benefício”, explica Bissani.

De acordo com o executivo, a inovação é encarada como essencial e estratégica pelo Ecoporto em todos os níveis de processos da empresa como meio de manter a competitividade no mercado e poder lançar produtos e serviços. E a movimentação de materiais é um ponto crítico, em que é necessária uma solução que permite flexibilidade na operação, garanta a segurança e otimize o espaço no armazém.

“A Combilift apresenta soluções que atendem demandas não vislumbradas por outras empresas do segmento e entendemos que as empilhadeiras articuladas trouxeram ganhos em todas as esferas de nossa operação. Para conseguir inovar é preciso correr riscos, principalmente quando se trata de inovações disruptivas, e o importante é saber avaliar quais ganhos pode-se trazer aos negócios”, pontua Bissani, gerente de Operações do Ecoporto.

 

 

 

Fonte: Tecnologistica


142 queries in 3,806 seconds