-->
Home | Jornal Multimodal | Duplicação da BR-101 Sul/SC traz tráfego entre bairros mais seguro pelas vias lindeiras
Postado em 3 de agosto de 2017 | 17:25

Duplicação da BR-101 Sul/SC traz tráfego entre bairros mais seguro pelas vias lindeiras

Com a duplicação da BR-101 Sul, em Santa Catarina, muitos bairros existentes nos bordos da rodovia federal passam a ser interligados pelas vias lindeiras. Antes das obras, esta ligação era feita pela pista simples, aumentando o fluxo de veículos em movimentação. Além do tráfego, as ruas laterais servem de caminho para pedestres e ciclistas, circulando de forma segura.

Dentro das obras de expansão da capacidade rodoviária da BR-101, no segmento catarinense, são 211 quilômetros de vias lindeiras. Nas cidades de Imbituba, Laguna, Pescaria Brava, Capivari de Baixo, Tubarão, Sangão, Içara, Maracajá, Araranguá, Sombrio, Santa Rosa do Sul e São João do Sul, as pistas duplicadas e obras de arte especiais (OAEs) separam bairros, dentro de aglomerações urbanas em que o traçado das pistas está inserida. Nestes trechos é possível se locomover, trafegando com veículo ou a pé, entre as aglomerações urbanas e ruas, sem a necessidade de acessar as faixas de rolagem.

Para os veículos, há pistas, e para os pedestres, há calçadas para distribuir o tráfego de forma segura e ordenada. Mas, para isso, tanto os motoristas quanto os pedestres, precisam ficar atentos à sinalização vertical e horizontal disposta. O DNIT/SC vem instalando e dando manutenção constante para os dispositivos de sinalização rodoviária instalada desde 2010, como placas e faixas de pedestres, para demarcar áreas para travessias de pessoas e limitando a velocidade máxima permitida para veículos.

Os transeuntes devem atentar para os locais onde há faixas de pedestres implantadas em vias lindeiras, geralmente anterior e posteriormente edificadas aos viadutos, passagens inferiores de veículos e passarelas. Os motoristas, por sua vez, devem atentar à sinalização vertical que indica tráfego em mão-dupla ou em sentido único. O limite de velocidade em todas as vias lindeiras da BR-101 Sul é de 40 km/h a 60 km/h.

Programa de Melhoria das Travessias Urbanas

Dentre os 22 projetos socioambientais e um estudo, desenvolvidos paralelamente às obras de duplicação da BR-101 Sul, consta o programa de Melhoria das Travessias Urbanas. Este programa tem como objetivo o planejamento, construção e operação da rodovia, de modo a integrá-la ao espaço urbano, minimizando os impactos sobre a comunidade lindeira, como a separação de bairros pela rodovia.

As vias lindeiras estão inclusas neste ítem do Plano Básico Ambiental – PBA, juntamente com as passarelas e passagens inferiores de pedestres, todos dispositivos que possibilitam o trânsito de veículos e pedestres, visando à interação definitiva da rodovia duplicada aos aglomerados urbanos lindeiros a ela.

Fonte: DNIT

One comment

  1. Yeah bookmaking this wasn’t a speculative decision outstanding post!

Deixe um comentário:

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*


134 queries in 2,948 seconds