-->
Home | Jornal Multimodal | Como otimizar o SLA mesmo terceirizando o Transporte?
Postado em 18 de novembro de 2020 | 20:12

Como otimizar o SLA mesmo terceirizando o Transporte?

A entrega reflete na forma como o consumidor vê a empresa, por isso otimizar o SLA é vital para a sua satisfação. A tecnologia oferece soluções de suporte. A adoção do SLA (sigla americana para o Acordo do Nível de Serviço) já é parte da estratégia dos gestores logísticos, afinal, investir e buscar a melhoria na satisfação do cliente tem sido essencial nos transportes.
Evidentemente, os embarcadores sabem o quanto a qualidade de uma entrega impacta na percepção que o cliente tem sobre sua empresa, seja ele o consumidor final (Business To Consumer) ou outra empresa (Business To Business), e consequentemente aumentam sua lista de exigências para a transportadoras contratadas.

Mas, no caso dos embarcadores que terceirizam essa etapa da operação, como fazer para otimizar o SLA, garantindo a qualidade de entrega do produto?

O papel da tecnologia para otimizar o SLA

A tecnologia, nos últimos anos, trouxe uma significativa inovação para o mercado logístico no Brasil, o que fez digitalizar processos e acelerar o tempo de execução de diversas etapas que compreendem o transporte de cargas. Além de uma aliada na execução de procedimentos do dia a dia das empresas embarcadoras e transportadoras, a tecnologia vem desempenhando um papel mais analítico em relação à qualidade dos serviços de frete terceirizados.

Na definição dos parâmetros de um SLA, quesões como o tempo de entrega do produto, o nível de avarias, extravios e o quanto de custo de frete impacta no valor final têm grande importância.
Por essa razão, ao contratar uma transportadora, ela se torna uma extensão da empresa contratante nessa etapa de transporte e distribuição. Logo, o nível de serviço logístico é um fator-chave para a fidelização dos clientes.

Para otimizar esse acompanhamento de nível qualitativo, há tecnologias especializadas em logística que podem atuar como o “braço direito” dos embarcadores que desejam mais sucesso no relacionamento com seus clientes.
Um exemplo de sistema capaz de atender a demanda é o Hivecloud 3PL, também conhecido como TMS Embarcador, plataforma focada no controle de fretes terceirizados para indústrias, atacadistas, distribuidoras e e-commerce.

Desenvolvido pela Hivecloud, o 3PL oferece ao gestor logístico uma visão geral e centralizada das transportadoras cadastradas no sistema, o que colabora na informação de dados desde a ordem de serviço até a entrega ao destino final.

Segundo informações da empresa, a partir desses dados, é possível extrair relatórios de desempenho baseados nas principais métricas relacionadas ao Acordo de Nível de Serviço, como custos com frete, porcentagem de atrasos, não comparecimento das transportadoras e indicadores de OTIF (On Time In Full) focados na data, horário e local de entrega acordados previamente com o cliente.

Além disso, o sistema 100% on-line oferece uma visão geral de análise das entregas que ficam segmentadas por status, ocorrência, empresa transportadora, UF, tentativas de entrega e prazos de entrega.

Para reforçar o máximo controle sobre os fretes contratados, a plataforma 3PL permite realizar o monitoramento de carga em tempo real, de maneira que o embarcador tem a localização exata da carga e fica ciente de possíveis ocorrências no percurso, obtendo assim um histórico completo.

 

 

 

Fonte: Mundo logídtica


145 queries in 3,735 seconds