-->
Home | Jornal Multimodal | Aeroporto de Guarulhos receberá aviões escandinavos por mais um tempo
Postado em 9 de fevereiro de 2021 | 18:07

Aeroporto de Guarulhos receberá aviões escandinavos por mais um tempo

Apesar de ter inicialmente planejado operações pontuais em janeiro, a companhia aérea SAS continuará sua jornada de voos cargueiros para o Brasil por mais algum tempo, servindo às indústrias e outros tipos de empresas da região da Escandinávia baseadas no país e que demandam por insumos para suas linhas produtivas.

OS VOOS – A informação consta do registro de voos da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que contém mais voos autorizados para a SAS, nos dias 6, 12, 19 e 26 de fevereiro. A operação consistirá de voos na rota Copenhague – Guarulhos, com um jato do modelo Airbus A350-900 XWB, o mais novo da frota.

A programação prevê a chegada no Brasil às 19h dos dias acima, com pernoite em Guarulhos e decolagem também às 19h do dia seguinte. Os voos terão a numeração SAS-7005 e SAS-7006 para a ida e volta, respectivamente.

Airbus A350-900

Os voos serão operados pelo novíssimo Airbus A350-900 XWB da SAS, que foi a primeira aeronave a trazer a nova e atraente pintura da companhia aérea escandinava, composta por tons de prata, cinza e azul. Os quatro A350 da frota atual da empresa possuem nomes de vikings.

Embora esteja realizando voos de carga, os A350 da SAS têm uma cabine de três classes composta por 40 assentos na classe executiva, 32 assentos SAS Plus e 228 assentos na classe econômica que o SAS chama de “assentos Go” para um total de 300 passageiros.

Em abril do ano passado, a mesma aeronave esteve no Brasil em uma missão de resgate para repatriar cidadãos nórdicos (dinamarqueses, finlandeses, islandeses, noruegueses e suecos). O voo especial foi organizado pela Embaixada da Noruega no Brasil com apoio das embaixadas dos outros países nórdicos, já que seus concidadãos não conseguiam voltar ao país natal por causa da pandemia e a falta de ligações aéreas.

A SAS (abreviatura para Scandinavian Airline System) é uma companhia com “tripla nacionalidade”, por ter originado de três outras empresas aéreas, cada uma de um país escandinavo: Suécia, Noruega e Dinamarca.

 

 

Fonte: Aeroin

 


136 queries in 5,987 seconds