-->
Home | Jornal Multimodal | Aeroporto de Guarulhos movimentou cerca de 25 mil toneladas de carga em fevereiro
Postado em 26 de março de 2024 | 17:31

Aeroporto de Guarulhos movimentou cerca de 25 mil toneladas de carga em fevereiro

A GRU Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, registrou a movimentação de 24,9 mil toneladas de cargas em fevereiro de 2024. Desse total, 11,4 mil toneladas representam itens importados, sendo 161 toneladas de cargas processadas por meio dos armazéns de remessas expressas internacionais. A exportação somou 13,5 mil toneladas movimentadas, sendo 214,4 toneladas também processadas nos mesmos armazéns de remessas expressas para fora do Brasil

Market share

O aeroporto de Guarulhos se consolida como o principal terminal logístico para cargas internacionais, com 53% do mercado aéreo. No mês de fevereiro foi responsável por 45% de toda importação via modal aéreo, enquanto as exportações totalizaram 62% da movimentação nacional. Nos dois primeiros meses do ano, o market share de carga aérea internacional foi de 51%.

Entre os produtos mais transportados estão itens do segmento automotivo com 28%, farmacêutico com 17%, maquinário com 16% e eletrônico com 10% do market share das cargas nacionalizadas processadas no Terminal de Cargas. O segmento de remessas expressas se beneficia da extensa malha aérea de GRU e de operações dedicadas que contribuem para aumentar a velocidade de entrega.

Malha aérea

Um dos principais centros de conexão aérea na América Latina, o Aeroporto Internacional de São Paulo teve operação de 36 companhias aéreas regulares e não regulares, que movimentaram cargas no mês de fevereiro. Das 34 que operaram regularmente, cinco atenderam ao mercado doméstico (três nacionais e internacionais e duas focadas em cargueiros), as outras 29 realizaram exclusivamente voos internacionais (dessas, sete operam com aeronaves cargueiras).

O Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional de São Paulo é o maior complexo aeroportuário do país, totalizando uma área de aproximadamente 190 mil m² alfandegados, sendo 100 mil m² operados pela GRU Airport e 90 mil m² geridos por terceiros. O terminal abriga o maior complexo frigorífico em aeroportos do Brasil, com cerca de 33.000 mil m³ de capacidade de armazenamento de importação e exportação.

As 24 câmaras frias alcançam todas as variações de temperatura e de produtos. Além disso, o espaço conta com 440 posições para contêineres refrigerados na importação.

 

 

 

Fonte: GRU Airport


104 queries in 4,148 seconds