-->
Home | Highlights | Transplex investirá R$ 300 milhões para expandir operação logística no Brasil
Postado em 15 de fevereiro de 2024 | 18:43

Transplex investirá R$ 300 milhões para expandir operação logística no Brasil

Em comunicado para a imprensa, companhia destacou que os investimentos serão principalmente na construção de novos centros de distribuição, abertura de filiais e ampliação da frota.

A Transplex prevê investimentos de R$ 300 milhões nos próximos quatro anos para expandir as operações no Brasil. A maior parte será para a construção de centros de distribuição, além do aumento da frota de veículos e da abertura de filiais nas principais regiões do país.

No ano passado, o volume de carga transportada pela companhia cresceu de 600 mil toneladas por mês para 1 milhão de toneladas/mês. A empresa tem como meta crescer 30% em 2024 para alcançar a operação média de 1,3 milhão de toneladas/mês de cargas armazenadas e transportadas.

“Conhecemos os produtos, o segmento em que nossos clientes atuam, temos uma operadora logística especializada e nossos armazéns são adequados para a operação. Tudo isso explica o nosso rápido crescimento”, afirmou Enos Viana da Silva, gerente de Logística da Transplex.

Atualmente, a Transplex conta com 30 transportadoras parceiras. Segundo a companhia, a estratégia permite que companhia tenha uma frota própria reduzida, de 12 carretas, que atuam principalmente na região metropolitana de Goiânia e no Distrito Federal.

“O foco da Transplex não é ter uma frota grande, mas atuar em parceria com transportadoras na distribuição de produtos hospitalares em todo o País. Atualmente, esta operação envolve cerca de 1 mil veículos”, explicou o executivo.

CENTROS DE DISTRIBUIÇÃO

A Transplex tem 35 mil posições em centros de distribuição. Com os investimentos que estão programados para até 2027, a meta é chegar a 100 mil posições/pallets. O primeiro CD da Transplex está em construção em Aparecida de Goiânia (GO), com 10 mil posições. O município goiano ainda terá um segundo CD, com mais 10 mil posições.

Outro CD, quatro vezes maior, será construído em Hidrolândia (GO), também na Grande Goiânia, com capacidade para 40 mil posições. E o quarto centro de distribuição da empresa será construído em Anápolis (GO), com a mesma capacidade, totalizando a meta de 100 mil posições até 2027.

De acordo com a Transplex, serão abertas três filiais: no Espírito Santo, São Paulo e Distrito Federal, além de já se movimentarem para abrir uma quarta filial na Região Sul do País. Enquanto isso, os investimentos na frota própria têm como meta ampliar a frota atual de 12 veículos para 100, conforme o crescimento da demanda nos próximos anos.

“Com esses novos investimentos, vamos ampliar a nossa capacidade de armazenagem, reduzir o nosso custo operacional e sermos mais efetivos nas negociações com os nossos parceiros e clientes. Inclusive, poderemos operar em novos segmentos que ainda não estão no nosso radar”, explicou Enos Viana.

OPERAÇÃO

Segundo a companhia, das cargas operadas pela Transplex, cerca de 85% são produtos hospitalares e os 15% restantes são matéria-prima para a indústria farmacêutica ou produtos de parceiros.

“Os profissionais que movimentam esses produtos precisam ser treinados para que entendam as identificações que estão nas caixas, respeitem os limites de empilhamento e os cuidados preconizados para o manuseio. Toda a cadeia de transporte e armazenagem precisa ser devidamente habilitada. Fazemos, inclusive, o treinamento dos nossos parceiros”, enfatizou o gerente de Logística.

A Transplex faz a gestão de armazéns por meio de um WMS, com todo o processo de recebimento e armazenagem dos produtos ocorrendo de forma digital. “Além disso, é necessário conhecer bem o perfil dos clientes, pois sabemos das urgências que os hospitais têm em receber esse tipo de produto. Eles não formam estoque, então precisamos chegar rapidamente com os produtos até eles e ser assertivos nas entregas”, disse Enos Viana.

 

 

 

Fonte: Mundo Logística


121 queries in 3,908 seconds