-->
Home | Highlights | Covid-19: Comitê Especial de Abastecimento garante normalidade à cadeia produtiva e de distribuição em Pernambuco
Postado em 2 de abril de 2020 | 19:30

Covid-19: Comitê Especial de Abastecimento garante normalidade à cadeia produtiva e de distribuição em Pernambuco

Para garantir que o abastecimento nas gôndolas continue ocorrendo dentro da normalidade em todo o Estado, a rotina de mais de 200 estabelecimentos do comércio de alimentos e produtos essenciais está sendo monitorada 24 horas pelo Governo de Pernambuco e entidades representativas de toda a cadeia produtiva e de distribuição. E com a atitude consciente da população pernambucana, que tem atendido ao apelo de não estocar alimentos e outros itens essenciais, os consumidores têm conseguido ir às compras sem enfrentar desabastecimento neste momento de emergência da saúde pública, em decorrência do coronavírus.

Capitaneado pela Secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico, o “Comitê Especial de Abastecimento”, instituído no dia 19 de março, há quase duas semanas, interligou o setor supermercadista às centrais de distribuição e indústrias, como parte das ações de enfrentamento à Covid-19. A missão do grupo de trabalho, que conta com 15 membros, é assegurar que a logística de fornecimento dos produtos siga dentro da normalidade durante a pandemia. No âmbito privado, participam, dentre outras entidades, Apes (Associação Supermercadista de Pernambuco), Aspa (Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores) e Fiepe (Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco).

Dentro das ações, destaca-se a ampliação no tempo de uso de incentivos fiscais pelo setor atacadista. A medida vai permitir a formação de estoques mais amplos nesse período de combate ao coronavírus, garantindo o abastecimento ao varejo. O ajuste na política fiscal foi garantido via Decreto 48.868, de 23 de março de 2020. De acordo com a secretária executiva de Políticas de Desenvolvimento Econômico do Estado e coordenadora do comitê, Maíra Fischer, o acompanhamento do comitê nessa relação de oferta e demanda diretamente vem respondendo muito positivamente para os consumidores.

“O objetivo maior do grupo é garantir que não falte nada de essencial para os consumidores. E isso vem sendo conquistado. O monitoramento funciona 24 horas por dia, então a ação é rápida quando a gente sente qualquer possibilidade de desabastecimento. Foi o que movimentou a alteração do decreto para os atacadistas, prontamente atendida pelo governador Paulo Câmara”, detalha, ressaltando que a medida é para o atacado, mas apenas para itens considerados essenciais, como alimentos, produtos de higiene e limpeza, entre outros.

As empresas envolvidas também estão sendo acompanhadas pelo CIODS (Centro Integrado de Operações da Defesa Social) em período integral. “O comitê tem auxiliado a polícia na estratégia de segurança dos estabelecimentos. Também há um suporte telefônico exclusivo para os supermercados e transportadores de cargas”, destaca a secretária.

Já Gustavo Melo, presidente do Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa) e da Associação Brasileira das Centrais de Abastecimento (Abracen), reforça as medidas sanitárias que vêm sendo tomadas. “Um exemplo foi a lavagem com água e desinfetante nos galpões do Ceasa e a distribuição de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) aos feirantes, como máscaras e luvas. Um trabalho complexo, mas gratificante”, completa.

Além da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDEC), também fazem parte do grupo as pastas de Planejamento e Gestão (Seplag), de Desenvolvimento Agrário (SDA) e de Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq). Complexo de Suape, AD Diper, Procon-Pernambuco e Ceasa estão entre os demais membros da gestão pública que intensificam o trabalho de acompanhamento dos estabelecimentos comerciais neste período de pandemia. Cada órgão desempenha um papel preponderante nas operações encabeçadas pelo grupo – a coordenação logística, por exemplo, fica a cargo do presidente de Suape, Leonardo Cerquinho.

O Comitê Especial de Abastecimento funciona como base de dados para o Comitê Estadual Socioeconômico de Enfrentamento à Covid-19, implementado pelo governador Paulo Câmara por meio de decreto (n° 48.810), publicado no dia 16 de março. O objetivo é que o abastecimento ao comércio em todos os níveis, envolvendo diversos segmentos, ocorra de forma estruturada e perene enquanto durar a crise provocada pela disseminação da Covid-19 no País.

Abaixo, segue a relação de membros do Comitê Especial de Abastecimento:

Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sdec)
Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag)
Secretaria de Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq)
Secretaria de Desenvolvimento Agrário
Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper)
Suape – Complexo Industrial Portuário Governador Eraldo Gueiros
Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa-PE)
Procon Pernambuco
Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife (CDL-Recife)
Federação das CDLs de Pernambuco (FCDL-PE)
Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Pernambuco (Fecomércio-PE)
Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe)
Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores (Aspa)
Associação Pernambucana de Supermercados (Apes)
Tecon Suape

Fonte: Secretaria de Desenvolvimento Econômico


155 queries in 2,746 seconds