-->
Home | Highlights | A Importância e os Desafios da Logística Life Science e Healthcare no Brasil
Postado em 18 de agosto de 2021 | 17:01

A Importância e os Desafios da Logística Life Science e Healthcare no Brasil

Durante a pandemia, vários setores foram muito importantes para a continuação dos serviços essenciais. Sem dúvida, a gestão logística de Life Science e Healthcare foi um deles. Ela garantiu que hospitais, farmácias e clínicas estivessem sendo abastecidos em um momento em que alguns deles sofriam com a escassez de medicamentos e materiais primordiais no combate à COVID-19.

De acordo com João Caldana, Managing Director ASL da Dachser Brasil, “A gestão da logística Life Science e Healthcare possibilitou a movimentação de materiais, medicamentos e outros insumos para nossos clientes em um período muito incerto.

Nossos clientes compreenderam que a parceria com um provedor de logística experiente é de vital importância para ajudar a mitigar atrasos e a escassez de produtos que podem afetar diretamente todos os sistemas de saúde”.

Além de uma gestão rigorosa da cadeia de suprimentos, do controle de estoque e do armazenamento adequado dos produtos, a utilização de tecnologia de ponta é um grande aliado. “Usamos um sistema de rastreamento e identificação, que fornece uma visão abrangente de todas as atividades de transporte”, complementa Caldana.

Armazenamento e distribuição

Para que todo o sistema de Life Science e Healthcare funcione, incluindo o armazenamento de medicamentos e materiais hospitalares, é necessário um manuseio correto para estender sua vida útil, pois a maioria desses materiais é delicada de manusear.

Ambientes com temperatura controlada e espaços de armazenamento adequados são a base para o transporte e distribuição de medicamentos e suprimentos médicos. Os centros de distribuição devem ser usados estrategicamente para regular os estoques (sejam para negócios industriais ou comerciais), para reduzirem custos e concentrarem as atividades e os processos em que a escala é um fator de diferenciação. Em um armazém alfandegado com temperatura controlada em São Paulo que funciona em conformidade com o GDP (Good Distribuition Practice), a Dachser Brasil oferece serviços como carga e descarga de ULDs (Unit Load Devices) e contêineres frigoríficos de frete marítimo para seus clientes do setor de Ciências da Vida e Saúde.

Transporte

Para Caldana, “A gestão correta e holística da logística de Life Science e Healthcare, envolvendo transporte internacional, desembaraço aduaneiro, armazenamento e distribuição nacional, minimiza os riscos em toda a cadeia de abastecimento, tornando o sistema de distribuição desses materiais sensíveis mais eficiente e seguro”.

Funcionários experientes também desempenham um papel decisivo no manuseio de mercadorias sensíveis. A Dachser Brasil possui equipes especializadas na logística de Life Science e Healthcare, além de seu sistema de gestão de transporte atender aos requisitos de gestão de qualidade do setor médico.

“Trabalhamos em conformidade com o GDP e implementamos um sistema de gestão de qualidade online de última geração que é usado por mais de 380 funcionários treinados pelo GDP em nível global”, explica Timo Stroh, Head of Global Air Freight da Dachser. “Fazemos auditorias constantes em nossos processos e fornecedores, além de trabalharmos na melhoria contínua e no treinamento de nossos colaboradores de acordo com as normas exigidas.”

O prestador de serviços de logística intensifica permanentemente suas competências na área de Ciências da Vida e Saúde. Depois de Frankfurt, Mumbai, Hyderabad e Atlanta, Xangai foi a quinta estação certificada pela CEIV na rede Dachser desde março deste ano. “Isso nos permite atender nossos clientes de Life Science e Healthcare nas principais regiões do mundo, como o Brasil”, afirma Timo Stroh.

“Garantimos que nossos serviços de frete aéreo atendam aos mais altos padrões de serviço e qualidade por meio de nossos processos uniformes e rede compatível com a GDP. Nossos fornecedores em todo o mundo atendem aos mais altos padrões de qualidade e serviços.”

 

 

 

 

Fonte: Assessoria

 


162 queries in 5,148 seconds