-->
Home | Anote | Vené sugere proibição da importação de crustáceos do Equador
Postado em 18 de maio de 2017 | 18:56

Vené sugere proibição da importação de crustáceos do Equador

O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB/PB) encaminhou ao ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, por meio da proposta de Indicação nº 3439/2017, a sugestão da proibição da importação de crustáceos do Equador em razão de riscos sanitários à carcinicultura brasileira, após receber da Associação Brasileira de Criadores de Camarão (ABCC) informações técnicas que confirmam a presença de cepas virais no Equador, que afetam a sanidade dos crustáceos.

De acordo com a ABCC, no Brasil há registro de apenas quatro tipos de cepas virais, e no ano de 2016, a doença conhecida como “mancha branca” causou enormes prejuízos aos carcinicultores. Segundo declarações recentes do Ministério da Agricultura, o Governo Federal avalia autorizar a importação de crustáceos, notadamente camarões, oriundos do Equador. “A ABCC apresentou dados técnicos evidenciando o risco sanitário que tal medida acarretaria à carcinicultura brasileira. Solicitamos, portanto, ao ministro Maggi, especial atenção com a adoção de medidas que promovam a preservação da carcinicultura e que sejam mantidas as restrições à entrada de crustáceos de locais onde hajam doenças que possam afetar o setor”, ressalta Veneziano.

Fonte: PB Agora


130 queries in 3,136 seconds