-->
Home | Anote | MInfra recebe mais três pedidos para autorização de ferrovias
Postado em 22 de setembro de 2021 | 17:05

MInfra recebe mais três pedidos para autorização de ferrovias

O ministério da Infraestrutura recebeu mais três pedidos de autorização de trechos ferroviários, afirmou o secretário Nacional de Transportes Terrestres, Marcello da Costa Vieira. Desde a edição da Medida Provisória 1.065/2021, no final de agosto, foram 14 pedidos protocolados. Segundo o secretário, os requerimentos estão em análise pelo ministério.

Os três novos pedidos recebidos são para a construção de um terminal intermodal privado em Santo André (SP), com possibilidade de conexão à Malha Paulista, protocolado pela Fazenda Campo Grande; de um trecho entre Sete Lagoas e Conceição de Mato Dentro, em Minas Gerais, requerido pela empresa Macro Desenvolvimento Ltda; e de uma ferrovia entre Barra de São Francisco(ES)-Brasília-Anápolis, a segunda solicitada pela Petrocity.

Esses trechos somam-se aos 11 já requeridos pela iniciativa privada desde o lançamento do Pro Trilhos, programa de autorizações ferroviárias do governo federal. “Os pedidos até agora somam uma extensão total de 4.238 km de novas linhas e R$ 80 bilhões de investimentos”, pontua o secretário.

Veja os outros 11 pedidos feitos pela iniciativa privada:

VLI
Água Boa/MT-Lucas do Rio Verde/MT: 557 km de extensão, investimento de R$ 6,4 bilhões;
Uberlândia/MG-Chaveslândia/MG: 235 km de extensão, investimento de R$ 2,7 bilhões;
Estreito/MA – Balsas/MA: 245 km de extensão, investimento de R$ 2,8 bilhões;
Shortline entre Perequê/SP-Tiplam/Porto de Santos/SP: 8 km de extensão, investimento de R$ 100 milhões.

Planalto Piauí Participações
Transnondestina Suape/PE-Curral Novo/PI: 717 km de extensão, investimento de R$ 5,7 bilhões.

Petrocity
São Mateus/ES-Ipatinga/MG: 420 km de extensão, investimento de R$ 5 bilhões.

Grão Pará
Açailândia/MA-Alcântara/MA: 520 km de extensão, investimento de R$ 6,5 bilhões.

Ferroeste
Maracaju/MS-Dourados/MS: 76 km de extensão, investimento de R$ 2,85 bilhões;
Guarapuava/PR-Paranaguá/PR: 405 km de extensão, investimento de R$ 15,2 bilhões.
Cascavel/PR – Foz do Iguaçu/PR: 166 km de extensão, investimento de R$ 6,25 bilhões.
Cascavel/PR-Chapecó/SC – cerca de 340 km de extensão, investimento em definição.

 

 

 

Fonte: Revista Ferroviária


142 queries in 6,152 seconds