-->
Home | Anote | Guerra comercial faz empresas americanas reconsiderarem presença na China
Postado em 22 de maio de 2019 | 19:09

Guerra comercial faz empresas americanas reconsiderarem presença na China

Muitas empresas americanas presentes na China sofrem os efeitos das tarifas de importação da guerra comercial entre Washington e Pequim, o que deve forçá-las a deixar o país ou reorientar seus negócios, segundo informações de uma pesquisa da Câmara de Comércio Americana na China e sua organização associada em Xangai, que foi divulgada esta semana.

De acordo com a análise, 75% dos 250 entrevistados disseram que o aumento das tarifas de importação têm “impacto negativo” em seus negócios porque reduziram a demanda, uma consequência do aumento dos custos de produção e dos preços. Quase metade dos entrevistados citaram experiências com medidas de represália não tarifárias na China desde 2018. Um em cada cinco mencionou o aumento nas inspeções, e um índice similar cita a desaceleração nos procedimentos da alfândega. Além disso, 14% reclamam de outras complicações derivadas do aumento da supervisão burocrática e do rigor com a regulamentação.

Fonte: Estadão Conteúdo


142 queries in 2,933 seconds