-->
Home | Anote | Gigantes da Emirates voarão até meados dos anos 2030
Postado em 22 de fevereiro de 2021 | 17:29

Gigantes da Emirates voarão até meados dos anos 2030

Em entrevista para a Copa CEO da Emirates, Tim Clark, traçou um panorama da frota da empresa aérea árabe para os próximos anos, comentando também a decisão de empurrar alguns anos para frente a vida dos gigantes superjumbos Airbus A380. Mas isso não significa que todos serão mantidos voando até lá.

“Usaremos os A380 nas rotas-tronco, com o 777X gradualmente substituindo-os ao longo dos anos, então teremos uma frota mais enxuta, com consumo eficiente de combustível e ecologicamente correta, mas uma rede que provavelmente 30% maior em termos de cidades atendidas do que é hoje”, disse Clark.

Ele comenta, no entanto, que a pandemia não mudou os planos da empresa de trocar o superjumbo no futuro.

“Essa perturbação que o vírus causou, digamos que não seja tão transformadora a ponto de nos fazer questionar o que estávamos fazendo ou o que planejávamos fazer em nosso plano para 2035. Já havíamos pedido Airbus A350, já havíamos pedido Boeings 787. Fomos a força motriz por trás da transformação do 777-300ER no 777X e conversamos com a Boeing há muito tempo definindo as características do avião. Então, estávamos muito interessados ​​naquele avião”, complementou.

“O A380, dos quais temos 118 no momento e mais cinco em entrega, continuarão no plano de frota até meados dos anos 2030; o 777X deveria chegar em junho do ano passado, agora é improvável que aconteça, acho que vem no primeiro trimestre de 2024”.

Atualmente, apenas um punhado desses 118 jatos estão voando, sendo que a recuperação da aviação mundial e a vacinação determinarão se todas elas voltarão a voar. De qualquer forma, os amantes do maior avião de passageiros do mundo ainda poderão vê-los por mais de uma década em voos pelo mundo.

 

 

 

Fonte: Aeroin


145 queries in 3,432 seconds