-->
Home | Anote | Ferrogrão irá revolucionar a logística de exportação de grãos do Brasil, afirmou Sampaio
Postado em 23 de agosto de 2021 | 17:11

Ferrogrão irá revolucionar a logística de exportação de grãos do Brasil, afirmou Sampaio

Com a expectativa do leilão para ainda em 2022, a ferrogrão irá revolucionar a logística de exportação de grãos do Brasil, afirmou, nesta quinta-feira (19), o secretário executivo do Ministério da Infraestrutura (MInfra). Durante o webinar Infraestructure Virtual Mission, promovido em parceria com a Rússia, Sampaio reforçou a ferrovia como um projeto fundamental para garantir a segurança alimentar global.

Entre os principais projetos prioritários no programa de concessões, o secretário destacou também as primeiras privatizações portuárias, a começar pela privatização da Companhia Docas do Espírito Santo (CODESA), que servirá de piloto para a privatização do Porto de Santos. Ressaltou também as assinaturas de 96 contratos de adesão de Terminais de Uso Privado (TUPs).

Segundo Sampaio, o governo brasileiro acredita fortemente no investimento privado e nas parcerias público-privadas. “Desde 2019, concedemos 74 ativos de transporte ao setor privado – incluindo portos, aeroportos, rodovias, ferrovias e terminais portuários. Até 2022, vamos garantir cerca de R$ 50 bilhões em investimentos privados no setor de transportes, promovendo uma verdadeira revolução na logística do país”, afirmou.

Contratos

Para demonstrar a preocupação do governo em criar um ambiente de negócios favorável ao investidor, o secretário explicou que o governo brasileiro se preocupa com a segurança jurídica para os investidores e simplificação regulatória. “Isso significa contratos transparentes e mais detalhados, com matriz de riscos e estrutura de incentivos bem definidas, gatilhos de investimento e cumprimento integral dos contratos de concessão, observados por órgãos reguladores independentes”, disse.

Também esteve presente no encontro para apresentar o programa de concessão na área de transportes do Governo Federal a secretária de Fomento, Planejamento e Parcerias, Natália Marcassa.

Fonte: Ministério da Infraestrutura – Minfra

144 queries in 3,572 seconds