-->
Home | Anote | Alta das commodities faz exportação aos árabes crescer
Postado em 4 de maio de 2022 | 17:02

Alta das commodities faz exportação aos árabes crescer

As exportações brasileiras para os 22 países da Liga Árabe fecharam o primeiro trimestre com alta de 33,58%, em US$ 3,86 bilhões, segundo relatório da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira.

O desempenho foi motivado por investimentos árabes para a transição de suas economias para a era pós-petróleo e pela valorização recente das commodities, intensificada pela invasão da Rússia à Ucrânia, que restringiu a participação desses países no mercado internacional de grãos e fertilizantes, além de ter encarecido fluxos logísticos.

O aumento nas vendas brasileiras aos árabes, cuja pauta é liderada por commodities minerais e alimentares, também é reflexo do movimento desses países ainda dependentes de alimentos importados para reforçar os próprios estoques e assegurar a oferta de alimento nos próximos meses.

Tirando o minério de ferro, que liderou a pauta de exportação nos três primeiros meses do ano (US$ 690,29 milhões, -12,5%), os demais produtos da lista são do agronegócio, principalmente, carne de frango (US$ 591,09 mi, +10,66%), açúcar (US$ 588,8 mi, +19,79%), derivados de soja (US$ 318,02 mi, +122,84%), trigo (US$ 285,86 mi, +438,06%), milho (US$ 269,6 mi, +27,21%) e carne bovina congelada (US$ 267,57, milhões, +165,73%).

Ainda de acordo com o relatório da entidade, o apetite dos árabes segue em alta pela retomada econômica local, beneficiada pela vacinação precoce contra a covid-19, e também pelo anúncio de novos investimentos governamentais para diminuir a dependência econômica do petróleo.

Fonte: Agência Anba

142 queries in 5,845 seconds